Você está aqui: Página Inicial / Saúde e Ciência / 2016 / 02 / Apresentadora Bela Gil reverte consulta pública da Anvisa sobre agrotóxico

alimentação saudável

Apresentadora Bela Gil reverte consulta pública da Anvisa sobre agrotóxico

Mobilização promovida pela apresentadora no Facebook eleva de 31% para 69% percentual em favor do banimento do agrotóxico Carbofurano. Decisão final depende agora de avaliação de diretores da agência
por Redação RBA publicado 27/02/2016 10h15, última modificação 01/03/2016 15h04
Mobilização promovida pela apresentadora no Facebook eleva de 31% para 69% percentual em favor do banimento do agrotóxico Carbofurano. Decisão final depende agora de avaliação de diretores da agência
Arquivo pessoal / facebook
bela gil.jpg

Bela: "Muito obrigada por me fazerem acreditar que estou no caminho certo. Juntos somos mais fortes"

São Paulo – A apresentadora de tevê Bela Gil comemorou nesta sexta-feira (26), em sua página no Facebook, o resultado da mobilização promovida por ela um dia antes, também na rede social, em favor de uma alimentação mais saudável.

Em 32 minutos, e com a ajuda de parte de seus 580 mil seguidores, Bela Gil conseguiu reverter o resultado de uma consulta pública da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que acabou concluída em favor do banimento do agrotóxico Carbofurano. Trata-se de um pesticida altamente tóxico e que é usado em culturas de batata, milho e soja principalmente, apesar de já ser proibido no Canadá e União Europeia.

“Me faltam palavras pra definir o sentimento que tive ao ler o resultado da consulta pública da Anvisa. Muito obrigada por me fazerem acreditar que estou no caminho certo. Juntos somos mais fortes”, afirmou a apresentadora dos programas Bela Cozinha, no GNT, e Canal da Bela, no YouTube. Bela Gil é filha do cantor e compositor Gilberto Gil.

Na quinta-feira, no início da tarde, quando a apresentadora fez a convocação, a consulta da Anvisa apontava que 66% das pessoas que haviam respondido eram a favor da continuidade do agrotóxico no mercado, enquanto 31% pediam o banimento. Com a convocação de Bela Gil, em meia hora o percentual de pessoas a favor do banimento subiu para mais de 50% e ao fim da votação chegou a 69%, com apenas 29% a favor do produto.

Segundo informou ontem o jornal Correio Braziliense, o resultado da pesquisa será analisado por cinco diretores da Anvisa, que podem decidir pelo banimento, suspensão ou manutenção no mercado. Mas, de acordo com o jornal, não há prazo para a conclusão desse processo.

registrado em: , ,