Você está aqui: Página Inicial / Saúde e Ciência / 2009 / 08 / Grandes farmacêuticas começam testes de vacina para gripe A

Grandes farmacêuticas começam testes de vacina para gripe A

Novartis, Sanofi-Aventis e GlaxoSmithKline vão formar o "trio de ferro" contra o Influenza
por Ben Hirschler e Caroline Jacobs publicado , última modificação 04/08/2009 16h12 © 2009 Thomson Reuters. All rights reserved
Novartis, Sanofi-Aventis e GlaxoSmithKline vão formar o "trio de ferro" contra o Influenza

Londres/Paris - A Novartis começou a testar em humanos as possíveis vacinas para a gripe H1N1, e a Sanofi-Aventis, líder mundial em vacinas contra a gripe, vai iniciar os testes nos próximos dias, afirmaram as companhias nesta terça-feira (4).

O início das provas clínicas é uma parte essencial do trabalho das grandes companhias farmacêuticas para o preparo de uma vacinação em massa a partir do próximo mês.

A GlaxoSmithKline, que completa o "trio de ferro" das vacinas contra a gripe, informou que vai iniciar os estudos clínicos ainda neste mês.

A gripe suína H1N1, que apareceu pela primeira vez no México em abril e foi declarada pandêmica em junho pela Organização Mundial de Saúde (OMS), já infectou milhões de pessoas e matou um número desconhecido de pacientes.

A OMS parou de contar com 800 mortes confirmadas, já que não seria possível fazer testes em todas as vítimas.

Autoridades de saúde contam com a vacina para interromper o avanço da doença, o que deu uma poderosa ajuda para as companhias que possam entregar as doses rapidamente e em larga escala.

A australiana CSL Limited é a operadora comercial mais rápida até agora, tendo feito o primeiros testes clínicos há duas semanas na Austrália. Agora as outras estão alcançando a concorrente.

"Nós começamos há pouco de mais de uma semana", disse o porta-voz da Novartis, Eric Althoff, por telefone, da Basiléia (Suíça)

Benoit Rungeard, diretor de comunicação de produtos da Sanofi Pasteur - divisão de vacinas da farmacêutica francesa - disse à Reuters que a companhia vai começar os testes "nos próximos dias ou na próxima semana".

Segundo Althoff, a Novartis estava conduzindo os primeiros testes clínicos em vários países, incluindo Estados Unidos, Grã-Bretanha e Alemanha, com doses tanto individuais quanto reforçadas da vacina.

A AstraZeneca, cuja unidade MedImmune prepara quantidades menores de uma vacina antigripe por spray nasal, afirmou que vai começar os testes clínicos nos Estados Unidos por volta de 17 de agosto.

Além da corrida contra o relógio, as empresas também estão trabalhando para maximizar a capacidade de produção.

Inicialmente, todos os fabricantes, exceto a MedImmune - que usa um processo diferente -, tiveram dificuldades com o baixo rendimento obtido com as vacinas para a gripe suína. A maioria das empresas só conseguiu cerca de 30% do rendimento registrado com a gripe sazonal.

Mas isso está começando a melhorar. "Durante o processo de produção o rendimento cresce porque nós aprendemos como usá-lo melhor", disse Rungeard, da Sanofi.

Órgãos reguladores na Europa e nos Estados Unidos planejam aprovar rapidamente as vacinas para a gripe suína, para assegurar que elas estejam disponíveis no inverno do hemisfério Norte.

Fonte: Reuters

registrado em: ,