Você está aqui: Página Inicial / Revista do Brasil / Edição 17 / Doce vida essa minha
Número 17, Outubro 2007

Retrato

Doce vida essa minha

por Paulo Donizetti de Souza, Revista do Brasil publicado , última modificação 19/09/2017 12h24
paulo pepe
odair

A roça de Odair até que dá para o consumo interno, só que dinheiro não faz. A criação de caprinos ajuda, mas a renda é pouca. O jeito foi pedir o reforço das abelhas para adoçar a vida. Conforme se aprimoram a técnica de captura e a lida com a apicultura, as esperanças vão-se alimentando. Na casa de Odair e nas dezenas de outras que formam a Cooperativa Apícola da Grande Picos (Cooapi), em Picos (PI). Por sua desenvoltura, Odair José da Costa foi escolhido agente de desenvolvimento rural do Assentamento União. Ele é quem faz o meio de campo entre a comunidade e os parceiros, como Sebrae e Fundação Banco do Brasil, que apóiam o empreendimento com conhecimento de gestão, planejamento, tecnologia e recursos. A cooperativa existe desde 1996 e está perto de alcançar o melhor desempenho da história. Tirando de 25 a 30 quilos de mel, de colméia em colméia, a produção vai ultrapassar as 10 toneladas/ano. Para alegria de Odair, sua pequena Mirele, de 2 anos, Hélio, 4, e Homero, 6. E também das cabras. Com a renda vindo predominantemente do mel, até elas, praticamente parte da família, poderão ficar mais tranqüilas.

registrado em: ,