Você está aqui: Página Inicial / Revista do Brasil / Edição de Julho | 2017 / Prefeito aposta em marketing para compensar ausência de realizações
Número 130,

Seis meses de doria

Prefeito aposta em marketing para compensar ausência de realizações

O prefeito de São Paulo é muito otimista nas redes sociais. Mas suas principais ações à frente da maior cidade do país foram congelar verbas e cortar programas realizados há anos pelo município
por Redação RBA publicado 01/07/2017 09h53, última modificação 02/07/2017 11h14
O prefeito de São Paulo é muito otimista nas redes sociais. Mas suas principais ações à frente da maior cidade do país foram congelar verbas e cortar programas realizados há anos pelo município
Secom
João Doria

Prefeito apelidado nas redes de 'prefake' e 'jestor' passou início de governo apostando na teoria do 'fale que sou ridículo, mas fale de mim'

São Paulo – Os primeiros seis meses de gestão do prefeito da capital paulista, João Doria (PSDB), foram marcados pelo marketing exagerado, pelo populismo e por poucos projetos efetivamente desenvolvidos. Com experiência de comunicador, Doria faz intenso uso das redes sociais, com a publicação de cerca de 300 vídeos pessoais, até 15 de junho. O prefeito se vale do espaço livre de contestação para manter um diálogo próximo com seus seguidores, inclusive para desmerecer críticas a seu governo. Porém, no mundo real, já foi desmentido mais de uma vez por empresas, artistas, organizações e profissionais, ao anunciar medidas de seu governo.

O diálogo que a gestão Doria diz realizar restringe-se a grupos bastante específicos de empresários e organizações alinhadas com as ideias do prefeito. Além disso, o prefeito pretende repassar à iniciativa privada uma longa lista de serviços e bens públicos, como terrenos que a prefeitura poderia construir moradias populares. Até os cemitérios ele quer privatizar.

Leia também:

Confira alguns "feitos":