Você está aqui: Página Inicial / Política / 2018 / 01 / Apoiadores convocam para churrasco no tríplex de Guarujá: 'Se é do Lula, é do povo'

apoio

Apoiadores convocam para churrasco no tríplex de Guarujá: 'Se é do Lula, é do povo'

Protesto crítico e irônico contra condenação sem provas do ex-presidente, evento já conta com mais de 68 mil confirmações de presença e 172 mil interessados
por Redação RBA publicado 30/01/2018 10h49, última modificação 30/01/2018 11h25
Protesto crítico e irônico contra condenação sem provas do ex-presidente, evento já conta com mais de 68 mil confirmações de presença e 172 mil interessados
Reprodução/lula.com.br - ivo braga/facebook
apartamento guaruja.jpg

'Os novos vizinhos do presidente precisam conhecer os amigos dele!', diz a convocação do evento

São Paulo – De forma crítica e irônica à condenação sem provas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), semana passada, movimentos estudantis organizam o evento "Churras no Tríplex do Lula", previsto para ocorrer no próximo sábado (3), no Edifício Solaris, em Guarujá, litoral de São Paulo.

Com a convocação "Se o tríplex é do Lula, então é do povo", até as 10h30 de hoje (30) o evento tinha cerca de 68 mil confirmações de presença e 172 mil interessados. "Traga sua cervejinha gelada, uma cachacinha e venha protestar com os compas no churras de inauguração do apartamento novo do Lula! Afinal, os novos vizinhos do presidente precisam conhecer os amigos dele!”, acrescenta o texto.

Lula foi condenado na última quarta-feira (24), em segunda instância. O TRF-4, com sede em Porto Alegre, confirmou sentença anterior do juiz Sérgio Moro. A decisão do tribunal é contestada por juristas, criminalistas e intelectuais do Brasil e do exterior

Durante discurso realizado na Praça da República, em São Paulo, logo após a confirmação da sentença, por unanimidade, Lula brincou com o integrante da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) Guilherme Boulos. "Já falei para o Boulos mandar o pessoal dele ocupar o apartamento. Já que é meu, então ocupem”, disse.