Você está aqui: Página Inicial / Política / 2017 / 06 / PSDB espera decisão do TSE para definir saída do governo Temer

Tucanos

PSDB espera decisão do TSE para definir saída do governo Temer

Expectativa é de que legenda deve desembarcar da base governista, "mas seguirá votando a favor e liderando as reformas, que não são de Temer, e sim da sociedade"
por Eduardo Maretti, da RBA publicado 09/06/2017 17h06, última modificação 09/06/2017 17h37
Expectativa é de que legenda deve desembarcar da base governista, "mas seguirá votando a favor e liderando as reformas, que não são de Temer, e sim da sociedade"
arquivo PSDB
Pedro-Tobias.jpg

Tobias fala sobre a necessidade de ouvir o partido em âmbito nacional: "Pessoalmente, minha opinião é sair”

São Paulo – O PSDB realiza na segunda-feira (12) uma reunião da executiva nacional para decidir sobre o desembarque da legenda do governo Michel Temer. A reunião do partido estava marcada para esta quinta-feira (8), mas foi adiada diante do racha da legenda, ampliada pela pressão, entre outros, de setores mais jovens. No estado de São Paulo, deputados estaduais como Carlos Bezerra Jr. e Cauê Macris defendem, há tempos, desembarque "imediato".

O presidente da agremiação no estado de São Paulo, o deputado Pedro Tobias, é um dos que defendem a saída do governo Temer. “Teremos reunião segunda-feira. Precisa ouvir a opinião do partido em âmbito nacional. Não só deputados, mas do partido em todos os estados brasileiros. Pessoalmente, minha opinião é sair.” O dirigente acrescenta que “não devia nem ter entrado”.

Na prática, o adiamento da reunião da executiva nacional foi a estratégia para definir o rumo do partido já com a decisão definida do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no julgamento da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) disse que o partido “romperá com o governo, ‘mas seguirá votando a favor e liderando as reformas, que não são de Temer, e sim da sociedade. Entregar cargos não significa se opor aos interesses brasileiros’”. Ainda de acordo com a colunista, o parlamentar defendeu uma autocrítica: "Precisamos sentar num divã e fazer 'mea culpa' de nossos erros", teria dito.

O deputado estadual paulista Cauê Macris postou vídeo na internet em que defende que “o PSDB entregue todos os cargos dentro do governo federal imediatamente”. Confira: