Você está aqui: Página Inicial / Política / 2017 / 05 / PGR pede prisão de Aécio Neves. STF deve decidir hoje

fim da linha

PGR pede prisão de Aécio Neves. STF deve decidir hoje

Ministro Edson Fachin já determinou o afastamento imediato de Aécio do cargo de senador
por Redação RBA publicado 18/05/2017 09h57, última modificação 18/05/2017 10h16
Ministro Edson Fachin já determinou o afastamento imediato de Aécio do cargo de senador
Lula Marques/AGPT
aécio neves.jpg

Aécio foi gravado pedindo R$ 2 milhões ao empresário para pagar despesas com sua defesa na Lava Jato

São Paulo – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicitou ao ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), a prisão do senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB.

Fachin determinou o afastamento imediato de Aécio do cargo de senador, mas decidiu submeter o pedido de prisão ao plenário, que deve se reunir na tarde de hoje (18). Na manhã desta quinta, as residências do senador em Brasília, Rio de Janeiro e Minas Gerais, além de seu gabinete no Congresso, foram alvo de mandados de busca e apreensão autorizados pelo Supremo.

Aécio foi delatado pelo dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, que foi gravado pedindo ao empresário R$ 2 milhões, sob a justificativa de que precisava da quantia para pagar despesas com sua defesa na Lava Jato.

Andrea Neves, irmã de Aécio, foi presa por agentes da Polícia Federal nesta manhã, em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte.