Você está aqui: Página Inicial / Política / 2014 / 12 / Petista Donato é eleito novo presidente da Câmara Municipal de SP

sucessão

Petista Donato é eleito novo presidente da Câmara Municipal de SP

Com 46 votos favoráveis e nenhum contrário, ele assumirá o cargo em 1º de janeiro. Primeira vice fica com vereadora do DEM
por Redação RBA publicado 15/12/2014 13h20, última modificação 15/12/2014 13h27
Com 46 votos favoráveis e nenhum contrário, ele assumirá o cargo em 1º de janeiro. Primeira vice fica com vereadora do DEM
câmara SP
donato.jpg

O vereador Donato, eleito para presidir Câmara paulistana a partir de 2015

São Paulo – O vereador Antônio Donato (PT) foi eleito novo presidente da Câmara Municipal de São Paulo na manhã de hoje (15). O parlamentar, candidato único para suceder o também petista José Américo, recebeu 46 votos favoráveis, nenhum contrário e apenas uma abstenção – de Toninho Vespoli (Psol).

Donato iniciou sua militância pela legenda na década de 1980, foi assessor especial do gabinete da ex-prefeita Marta Suplicy e um dos responsáveis pela descentralização administrativa da cidade em 2003, quando foi criada a Secretaria das Subprefeituras. Ele também ocupou o cargo de secretário de Governo no início da gestão Haddad. No ano passado, Donato deixou a Secretaria após ter sido acusado de envolvimento com a chamada "Máfia do ISS". As denúncias não foram comprovadas.

Donato assumirá a presidência da Câmara em 1º de janeiro.

Mesa Diretora

Na mesma sessão, foram eleitos os demais cargos da mesa diretora da Câmara paulistana. A primeira vice-presidência, atualmente ocupada pela vereadora Marta Costa (PSD), ficou com a vereadora Edir Sales (DEM) – com 44 votos favoráveis e uma abstenção, também de Toninho Vespoli.

A vaga de George Hato (PMDB), atual segundo vice-presidente, ficou com Toninho Paiva (PR), que recebeu 46 votos favoráveis e nenhum contrário. Para primeiro secretário, o eleito foi Aurélio Nomura (PDSB). Ele entra no lugar do também tucano Claudinho de Souza.

Além deles, também foram eleitos Paulo Frange (PTB), como segundo secretário; Eduardo Tuma (PSDB), primeiro suplente; e Noemi Nonato (Pros), na segunda suplência.

registrado em: , , ,