Você está aqui: Página Inicial / Política / 2012 / 08 / Russomanno consolida liderança, Haddad cresce e Serra tem queda forte

Russomanno consolida liderança, Haddad cresce e Serra tem queda forte

por Redação da RBA publicado , última modificação 30/08/2012 13h45

O candidato do PSDB sofre alta rejeição por haver deixado a prefeitura em 2006 (Foto: Thais Ribeiro/Brazil Photo Press/Folhapress)

São Paulo – Duas pesquisas de opinião divulgadas hoje (29), sete dias após o início do horário eleitoral gratuito no rádio e na TV, mostraram uma forte queda do candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, José Serra, e o avanço do petista Fernando Haddad, consolidando por enquanto a terceira posição. Com o recuo do tucano, Celso Russomanno (PRB) ficou sozinho na primeira posição.

As pesquisas Datafolha e Vox Populi coincidem nas intenções de votos em Russomano, 31%. Segundo o Datafolha, em uma semana Serra recuou cinco pontos e tem agora 22% da preferência do eleitorado. Para o Vox Populi, o tucano tem 21%. Na outra ponta, Fernando Haddad, que já vinha crescendo, avançou agora seis pontos e foi a 14% em ambos levantamentos.

Há pequenas variações na parte de baixo. Enquanto o Datafolha dá 7% a Gabriel Chalita (PMDB), no Vox Populi o deputado federal tem 5%. Soninha (PPS) tem 4% nas duas, e Paulinho da Força (PDT) aparece com 2%.

O Vox Populi entrevistou 1.200 pessoas e tem margem de erro de 2,8 pontos percentuais. O Datafolha ouviu 1.069 moradores de São Paulo, com margem de erro de três pontos.

Rejeição

De acordo com o Datafolha, a rejeição a Serra avançou mais seis pontos e chegou agora a 43%, mais que o dobro do que o tucano angaria em intenção de votos. Segundo a Folha Online, os entrevistados apontam a derrota de 2010, a reprovação ao prefeito Gilberto Kassab (PSD), de quem é aliado, e a renúncia ao cargo em 2006 após ter prometido cumprir o mandato como principais fatores para explicar o alto índice.