Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 09 / Partidos deixam ao TSE esclarecimento sobre necessidade de 2 documentos para votar

Partidos deixam ao TSE esclarecimento sobre necessidade de 2 documentos para votar

Apenas o PT promete ação modesta a respeito, por meio de seu site. Materiais de campanha como panfletos e "colinhas" não incluem recomendação
por leticiacruz publicado , última modificação 17/09/2010 20h05
Apenas o PT promete ação modesta a respeito, por meio de seu site. Materiais de campanha como panfletos e "colinhas" não incluem recomendação

Além do título, eleitor tem de apresentar documento com foto (Foto: Nelson Jr./ASICS/TSE Divulgação)

São Paulo - Entre os partidos que compõem coligações que lideram a corrida presidencial, apenas o PT planeja promover ações de esclarecimento ao eleitor sobre a necessidade de apresentação de dois documentos para votar, em 3 de outubro. Ainda assim, a ação é modesta e restrita a alertas via internet. Nenhuma das legendas incentiva a inclusão, em panfletos e "colinhas", de informações sobre a mudança na legislação a respeito.

A partir deste ano, para votar, é necessário apresentar o título de eleitor mais um documento de identidade com foto (cédula de identidade, carteira pofissional, certificado de reservista ou carteira nacional de habilitação). Até 2008, bastava um documento. A mudança foi estabelecida na minirreforma eleitoral aprovada pelo Congresso em 2009. O prazo para emissão de segunda via de título de eleitor termina nesta quinta-feira (23).

Emissão de documentos

Para quem precisa emitir segunda via do Documento de Identidade (RG), é necessário ir a qualquer Delegacia de Polícia ou serviço de atendimento público, como os Poupatempos e o Centro de Integração à Cidadania (CIC). Confira os locais mais próximos onde é possível fazer o pedido.

É requerida a apresentação da certidão de nascimento ou casamento, além de levar duas fotos 3x4 recentes.

Os partidos PSDB e PV não tem ações desse tipo previstas ou em andamento. Ambos alegaram, por meio de suas assessorias de imprensa, que o Tribunal Superior Eleitora (TSE) já ter campanha sobre tópicos da nova lei eleitoral. O DEM declarou que pode realizar algum tipo de ação por meio de seu site, enquanto o PMDB afirma que deixará a mobilização a cargo do PT, partido que encabeça a chapa na disputa presidncial, ou da própria campanha da petista Dilma Rousseff.

Segundo nota do Painel, do jornal Folha de S.Paulo de segunda-feira (13), o PT pretende promover uma campanha de esclarecimento sobre o tema. Porém, procurada pela Rede Brasil Atual, a assessoria de imprensa do partido informou que apenas alertas pela internet devem ser publicados. No início de agosto, uma nota mencionava o fato, ao lembrar o prazo para pedir segunda via do título.