Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 09 / Nordeste é porto seguro de Dilma

Nordeste é porto seguro de Dilma

Na região, oito dos nove estados devem eleger governadores que apoiam a candidata do PT
por Thalita Pires, especial para a Rede Brasil Atual publicado 27/09/2010 14h09, última modificação 27/09/2010 14h20
Na região, oito dos nove estados devem eleger governadores que apoiam a candidata do PT

Dilma em campanha no Recife, cumprimentando eleitores (Foto: Roberto Stuckert Filho)

Rio de Janeiro – A região Nordeste é onde o apoio à candidatura de Dilma Roussef à presidência é mais amplo, em relação ao restante do país. Além de ter larga vantagem de votos sobre José Serra em todos os estados, a candidata conta com o apoio dos favoritos ao cargo de governador em oito dos nove estados da região. Apenas Rosalba Carlini (DEM), que disputa o cargo de governadora pelo Rio Grande no Norte, não faz parte da base de Dilma. De acordo com o Ibope, a oposicionista tem 49% das intenções de voto, contra 29% do atual governador Iberê Ferreira (PSB).

No Piauí, a eleição de um dilmista está praticamente garantida, já que os dois primeiros colocados nas pesquisas apoiam a petista. Wilson Martins (PSB) tem 39% das intenções de voto pelo último levantamento do Ibope, enquanto João Vicente Claudino (PTB) tem 27%. O tucano Silvio Mendes aparece em terceiro com 25%.

No Maranhão, a candidata de Dilma é Roseana Sarney (PMDB), que conta com 46% das intenções de voto e lidera a corrida pelo governo com folga. Jackson Lago (PDT), em coligação com o PSDB, aparece em segundo, com 21%. Lago está empatado com Flavio Dino (PC do B). Esse cenário ainda dá margem para um eventual segundo turno.

Ao contrário do Maranhão, o Ceará não deve ter segundo turno. Cid Gomes (PSB), que apoia Dilma, conta com 61% das intenções de voto, contra 17% do segundo colocado, Lucio Alcântara (PR). Na Paraíba, tanto Zé Maranhão (PMDB), com 51%, como Ricardo Coutinho (PSB), com 34%, votam em Dilma.

Eduardo Campos (PSB), candidato ao governo de Pernambuco, deve ser eleito com uma maioria esmagadora dos votos. Ele aparece com 73% na última pesquisa Ibope. Jarbas Vasconcelos tem 16%.

A disputa em Alagoas é a mais acirrada. A última pesquisa Ibope aponta para um empate técnico entre os três primeiros colocados. Fernando Collor (PTB) aparece com 29% das intenções de voto. O ex-governador Ronaldo Lessa (PDT) com 28% e o atual governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) com 27%. Collor e Lessa estão com Dilma.

Em Sergipe, Marcelo Deda (PT) deve ser eleito no primeiro turno. Ele tem 51% na última pesquisa, contra 31% de João Alves (DEM). Na Bahia, o cenário é semelhante. Jaques Wagner (PT) tem 52% dos votos, contra 15% de Paulo Souto (DEM) e de Geddel Vieira (PMDB).

Se os resultados das últimas pesquisas se confirmarem, Dilma terá mais apoio na região do que teve Lula em 2002 e 2006. Na primeira eleição de Lula, apenas três vencedores apoiavam o petista. Em 2006, esse número dobrou.