Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 09 / Cabral tem 68% dos votos válidos, diz Datafolha

Cabral tem 68% dos votos válidos, diz Datafolha

Para o Senado, Picciani aproxima-se do terceiro colocado, Cesar Maia
por Redação da RBA publicado , última modificação 23/09/2010 20h05
Para o Senado, Picciani aproxima-se do terceiro colocado, Cesar Maia

São Paulo - O governador Sérgio Cabral (PMDB) seria reeleito em primeiro turno se a eleição fosse hoje. Segundo pesquisa do Instituto Datafolha, ele teria 60% das intenções de votos válidos, contra 17% de Fernando Gabeira (PV). A liderança foi ampliada desde o último estudo, já que o peemedebista oscilou dois pontos percentuais para cima e o verde um para baixo.

Fernando Peregrino (PR), em terceiro, tem 5%. Cyro Garcia (PSTU) e Jeferson Moura (PSOL) aparecem com 2%, e Eduardo Serra (PCB) marca 1%. Os votos brancos e nulos somam 6% e os eleitores indecisos são 6%.

Governador
% Válidos
Sérgio Cabral (PMDB)  60% 68%
Fernando Gabeira (PV)  17% 20%
Fernando Peregrino (PR)   5% 6%
Cyro Garcia (PSTU)  2% 2%
Eduardo Serra (PCB)  2% 2%
Jefferson Moura (PSOL)  1% 2%
Brancos e Nulos
 6% -
Indecisos  6% -

Senado

Para o Senado, Lindberg Farias (PT) e Marcelo Crivella (PRB) aparecem tecnicamente empatados. Jorge Picciani (PMDB) avançou e se aproxima de César Maia (DEM), apenas seis pontos atrás do ex-prefeito do Rio de Janeiro. A diferença permite avaliar que há empate técnico na terceira posição.

senador
% Válidos
Marcelo Crivella (PRB) 42%
28%
Lindberg Farias (PT) 40%
26%
César Maia (DEM) 26%
17%
Jorge Picciani (PMDB) 20%
13%
Waguinho (PTdoB)
9%
6%
Marcelo Cerqueira (PPS)
6% 4%
Milton Temer (PSOL) 5%
3%
Carlos Dias (PTdoB) 2%
1%
Wladimir Mutt (PCB)
1%
0%
Claiton (PSTU) 1%
0%
Heitor (PSTU) 0%
0%
Brancos e Nulos
 21% -
Indecisos  28% -

Realizada de 21 a 22 de setembro, o levantamento ouviu 1.297 eleitores em 30 cidades fluminenses. O registro no Tribunal Regional Eleitoral consta sob o número 81802/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral com o número 31368/2010. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo e tem margem de erro de três pontos percentuais.