Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 07 / Empreiteiras lideram doações para campanhas, mostra estudo

Empreiteiras lideram doações para campanhas, mostra estudo

por Vitor Nuzzi, da RBA publicado 23/07/2010 17h06, última modificação 23/07/2010 17h19

São Paulo - Entre as contribuições para campanhas eleitorais da mil maiores empresas brasileiras, o destaque está no setor de construção. Sozinho, esse segmento da economia foi responsável por 25% das doações, ou R$ 113 milhões de um total de R$ 446 milhões. Entre essas companhias, estão conhecidas participantes de licitações em obras públicas, como Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, OAS, Odebrecht e Queiroz Galvão.

Leia também:
» Caixa 2 ainda é problema grave no financiamento de campanha, diz Ethos

» Instituto recomenda veto a doações para fichas-suja

Os dados constam de um estudo promovido pelo Instituto Ethos em parceria com a Transparency International sobre responsabilidade social das empresas nas eleições lançado nesta sexta-feira (23) em São Paulo. O estudo traz um balanço do padrão de arrecadação privada de campanha e recomendações de conduta para empresas.

Em seguida, vem o setor de bens de consumo, com 12,4% das doações (R$ 55,1 milhões). "A lista de doadores engloba gigantes da indústria de alimentos, como Bunge, JBS e Sadia, e também de bebidas, como a Schincariol", diz o estudo do Ethos. Quase empatado, o segmento de siderurgia e mineração aparece com 12,1% (R$ 54,1 milhões), com destaque para CSN, Gerdau, Usiminas e Votorantim.

O setor financeiro respondeu por 8,3% do total, ou R$ 37,1 milhões. "Itaú e Unibanco lideram a lista, seguido de outros nomes importanets, como BMG, Mercantil e Safra", cita o estudo.

Entre os partidos, as doações das maiores empresas também revelam concentração. Do total das duas últimas campanhas, os candidatos do PSDB receberam 24,2% e os do PT, 21,2%. Depois vieram PMDB (15,2%) e PFL/DEM (13,2%). "Visto de outra forma, um de cada dez reais arrecadados pelos candidatos dos grandes partidos foi fornecido pelas 486 empresas doadoras."