Você está aqui: Página Inicial / Política / 2009 / 07 / Kassab demonstra que vai negociar com usuários de fretados

Kassab demonstra que vai negociar com usuários de fretados

Representantes do setor querem que prefeito adie restrição de circulação e permita debate extenso sobre o tema
por João Peres, da RBA publicado , última modificação 07/07/2009 11h56
Representantes do setor querem que prefeito adie restrição de circulação e permita debate extenso sobre o tema

Uma comissão com vereadores e representantes das empresas de usuários de ônibus fretados foi montada para negociar com a prefeitura de São Paulo. Em audiência na segunda-feira (6) à noite em Santos, litoral paulista, o vereador Ricardo Teixeira (PSDB), presidente da Comissão de Trânsito e Transporte da Câmara dos Vereadores de São Paulo, deu a notícia de que o prefeito Gilberto Kassab mostrou disposição em conversar com os afetados pela restrição de circulação em uma área de 70 quilômetros quadrados.

Como, até o momento, a medida está programada para entrar em vigor no dia 27 deste mês, mas não há a ratificação por parte do Poder Executivo, a expectativa dos usuários é de que o grupo tenha tempo para estudar e apresentar medidas alternativas.

Presente ao encontro, Gilson Pereira, presidente da União dos Executivos do Litoral Paulista, afirmou à reportagem que “sabemos que algumas modificações seguramente devem ocorrer, mas estamos trabalhando para que não seja proibido, e sim organizado”. Para ele, é preciso tempo para estudar alterações que contemplem ao mesmo tempo os interesses da prefeitura e os dos usuários.

Contando com representantes das associações de fretados do litoral, do interior e da capital paulista, a audiência definiu também o compromisso de algumas cidades da baixada de enviar ao governador José Serra um pedido para que interfira no caso no sentido de convencer o prefeito a ampliar o tempo de debate e de implementação da restrição.

“É preciso levar informação a Kassab, é o que queremos fazer. Não pode ser dada a passageiros a mesma determinação feita ao transporte de carga”, destaca Gilson Pereira referindo-se às restrições de circulação de caminhões em algumas vias da capital.

Para usuários, do jeito que está, a medida vai até mesmo dobrar o gasto mensal com transporte e aumentar o estresse com o trânsito. Especialistas ouvidos pela Rede Brasil Atual apontam que a restrição vai fazer com que usuários de fretados passem a utilizar veículo próprio, aumentando o problema de congestionamento e as emissões de gases poluentes.