Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2018 / 05 / Feijoó: 'Imprensa brasileira citava Argentina de Macri como exemplo'

Crise

Feijoó: 'Imprensa brasileira citava Argentina de Macri como exemplo'

Presidente argentino acaba de solicitar ao empréstimo ao FMI para diminuir a crise financeira na sua gestão. Medida expõe falência de políticas econômicas neoliberais
por Redação RBA publicado 11/05/2018 10h33, última modificação 11/05/2018 11h36
Presidente argentino acaba de solicitar ao empréstimo ao FMI para diminuir a crise financeira na sua gestão. Medida expõe falência de políticas econômicas neoliberais
REPRODUÇÃO/EBC
macri elogio miriam leitao

Em 2017, Miriam Leitão elogiava recuperação de economia argentina, em sua coluna no O Globo

São Paulo – Em comentário na edição do Seu Jornal, da TVT,  o analista político José Lopez Feijóo lembra que, até recentemente, o governo de Maurício Macri, da Argentina, era citado como "exemplo" a ser seguido pelo Brasil. Eleito com uma plataforma neoliberal, Macri retirou direitos dos trabalhadores e promoveu um aumento substancial das tarifas públicas, entre outras medidas aplaudidas pela imprensa e por economistas brasileiros da mesma linha. No início desta semana, porém, o presidente argentino solicitou empréstimo ao Fundo Monetário Internacional (FMI) para diminuir a crise financeira da sua gestão – sinal claro de fracasso de suas políticas econômicas.

"Um famoso colunista de um grande jornal de São Paulo dizia, em novembro (de 2017), que as reformas e o governo de Mauricio Macri deveriam ser um exemplo para o Brasil. Agora, estes colunistas dos grandes meios de comunicação, na ausência de uma explicação que justifique o erro daquilo que eles previam, fazem o quê? Tentam colocar a culpa em governos anteriores, filme que a gente já cansou de ver", disse Feijóo.

O analista critica o pedido de socorro da Argentina ao FMI e lamenta as consequências. "Ele pediu 30 bilhões de dólares em empréstimos, que podem dar um alívio momentâneo à inquietação nos mercados, mas isso significa a intromissão direta dos interesses internacionais na Argentina. Ela dá mais um passo na destruição da sua soberania."

"A verdade é que o modelo neoliberal que está sendo implementado na Argentina e no Brasil só pode dar em desastre, perda de soberania e entrega de riquezas nacionais, às custas da maioria da população que vivem nesses países", observa o analista.

Em seu comentário, Feijóo acrescenta que políticas como a de Macri, na Argentina, e Michel Temer, no Brasil, provam que o neoliberalismo não dá certo. "Este é o modelo que nós estamos assistindo ser implementado em diversas partes do planeta com um único objetivo: engordar cada vez mais os multimilionários, os fundos de investimento, o sistema financeiro e os grandes grupos empresariais."

Assista ao comentário no Seu Jornal, da TVT: