Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2013 / 08 / Milhares de marroquinos pedem rompimento com regime golpista egípcio

tensão

Milhares de marroquinos pedem rompimento com regime golpista egípcio

Islamitas do Marrocos protestam depois dos últimos massacres
por Redação RBA publicado 18/08/2013 12h11
Islamitas do Marrocos protestam depois dos últimos massacres
©abdelhak senann/epa/efe
protesto marrocos

Protesto reuniu pelo menos 10 mil marroquinos nas ruas de Rabat

Rabat - Mais de dez mil islamitas marroquinos protestaram hoje (18) em Rabat contra o "regime golpista militar egípcio" e para pedir ao estado marroquino que não reconheça o atual governo do Egito.

Convocados por várias organizações de caráter islamita, os manifestantes fizeram uma passeata pela avenida principal do centro da capital Rabat evitando críticas internas, seja contra o governo marroquino ou o rei Muhammad VI.

Na manifestação de hoje, os pedidos eram de rompimento diplomático com o Egito e o não reconhecimento do regime egípcio atual.

Os islamitas demonstraram mais uma vez sua capacidade organizativa, ao ordenar em filas todos os manifestantes (com as mulheres em separado) e conseguir que todos eles respondessem a gritos sobre a legitimidade democrática e em apoio ao presidente deposto do Egito, Mohammed Mursi, sem recorrer em nenhum momento à violência.

Os organizadores disseram ter reunido 100.000 pessoas, mas esta manifestação não concentrou tantas pessoas como outras organizadas no país periodicamente em apoio aos palestinos.

com informações da EFE

registrado em: ,