Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2012 / 12 / Eleições estaduais da Venezuela dão ampla vitória a Chávez

Eleições estaduais da Venezuela dão ampla vitória a Chávez

por Renata Giraldi, da Agência Brasil publicado 17/12/2012 10h04, última modificação 17/12/2012 10h05

Eleitora venezuela vota para eleger governadores e parlamentares estaduais na Venezuela. Chavismo confirma força popular (©Jorge Silva/Reuters)

Brasília - As eleições estaduais na Venezuela consagraram ontem (16) a vitória dos aliados do presidente venezuelano Hugo Chávez em 20 dos 23 estados.O resultado das eleições foi anunciado por volta das 21h de ontem pela presidenta do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Tibisay Lucena. Apesar da ampla maioria, o principal adversário do presidente, Henrique Capriles, venceu em Miranda, estado considerado chave, no norte do país e um dos estados mais ricos e populosos da Venezuela.. 

Na Venezuela o voto não é obrigatório e a previsão é que a abstenção tenha chegado a 40%. Os números estão sendo fechados. Ontem, cerca de 17,5 milhões de eleitores foram às urnas do país para a escolha de 260 cargos, entre 237 parlamentares e 23 governadores.

Três grupos políticos polarizaram a disputa regional: o grupo Grande Polo Patriótico, que reúne aliados de Chávez; a Mesa de Unidade Democrática, que faz oposição; e os independentes.

Para analistas políticos, as eleições de ontem foram importantes para avaliar a unidade do bolivarianismo em um momento de incertezas com o agravamento do estado de saúde de Chávez. Há seis dias, o presidente foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um tumor maligno. Foi a quarta operação em 18 meses. O tratamento foi feito, na maior parte do tempo, em Havana, Cuba.

Recuperação

O ministro venezuelano da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jorge Arreaza, telefonou ontem para o ministro da Comunicação e Informação, Ernesto Villegas, para relatar o estado de saúde de Chávez. As informações foram transmitidas pela emissora estatal de televisão do país, a VTV.

"O presidente é um comandante em seu processo de estabilização. A tendência continua positiva, dia após dia, hora após hora", disse Arreaza, acrescentando que Chávez tem recebido relatórios sobre a situação no país e acompanhado o processo de eleições estaduais. “A melhoria do estado de saúde de Chávez é gradual.”

Segundo o ministro Arreaza, há uma equipe médica “especial” que acompanha Chávez, em Havana: “São profissionais capazes de lidar com qualquer situação que possa surgir”. Ele disse que Chávez está lutando em uma batalha "por amor ao seu povo e à República."

registrado em: , ,