Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2012 / 12 / Chávez delega funções na área econômica para vice-presidente

Chávez delega funções na área econômica para vice-presidente

por Agência Brasil publicado , última modificação 27/12/2012 09h26

Hugo Chávez, em foto de agosto de 2012, quando a Venezuela foi incorporada ao Mercosul (Walter Campanato/ABr)

Brasília - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que está em Cuba se recuperando de uma cirurgia para retirada de um câncer, delegou funções na área econômica ao seu vice-presidente, Nicolas Maduro. Um decreto assinado por Chávez e publicado na quarta-feira (26) no Diário Oficial da Venezuela estabelece que Maduro agora é responsável pela tomada de algumas decisões relacionadas com o Orçamento nacional e expropriações.

Chávez assinou a ordem no início deste mês, um dia antes de ir para Cuba, onde, no dia 11, foi submetido a uma cirurgia e continua a luta contra o câncer.

Na segunda-feira (24), o governo de Caracas comunicou uma "ligeira melhora" no estado de saúde de Chávez e acrescentou que o presidente venezuelano se recupera de uma infecção respiratória contraída depois da operação. Não foi revelado oficialmente o tipo e a gravidade do câncer de Chávez, que teve um tumor diagnosticado pela primeira vez em junho de 2011.

Mídia negativa 

Em Caracas, o vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, criticou o noticiário dos meios de comunicação privados sobre a saúde de Chávez. Maduro disse que alguns jornalistas e veículos, mesmo sem informações concretas e objetivas, põem em dúvida a recuperação do presidente venezuelano. O vice fez as declarações ao participar de solenidade em que a governadora eleita do estado de Falcón, Stella Lugo, prestou juramento.

Na terça-feira (25), Maduro informou que tinha conversado com o Chávez por telefone, na noite de Natal. Segundo ele, Chávez contou que fez exercícios físicos e uma caminhada em companhia da equipe médica que o assiste em Havana. Foi a quarta cirurgia em cerca de um ano e meio.

O líder venezuelano, de 58 anos, está no poder desde 1999 e conquistou mais um mandato de seis anos nas eleições presidenciais de outubro. Sua posse está marcada para 10 de janeiro.

registrado em: , ,