Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2010 / 10 / Argentina realiza Censo 2010, maior operação civil do país em dez anos

Argentina realiza Censo 2010, maior operação civil do país em dez anos

por Luiz Antônio Alves, da Agência Brasil na Argentina publicado , última modificação 26/10/2010 12h02

Buenos Aires - Antes mesmo do Censo 2010, que será realizado nesta quarta-feira(27), o governo argentino já sabe os primeiros números da maior operação civil do país nos últimos dez anos, uma vez que desde a última quarta-feira (13) recenseadores estavam trabalhando nas seis bases mantidas pela Argentina na região da Antártida.

Os números indicam que 230 argentinos vivem nesses locais, incluindo as 16 crianças da Base Esperança, a única onde moram famílias e onde há uma escola. Essas informações foram comunicadas pelos recenseadores, por meio de uma videoconferência centralizada na sede do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas, à diretora do Instituto Nacional de Estatística e Censos, Ana Maria Edwin. O órgão equivale ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nas áreas isoladas e frias das bases argentinas, os recenseadores enfrentam problemas como a chuva e dificuldades para o deslocamento de veículos com dupla tração. A única maneira de chegar a algumas dessas áreas é usando cavalos e mulas. Nas bases de Amaicha e Calalao del Valle, serão incluídas na contagem as comunidades indígenas da área. Hoje, os recenseadores também se deslocaram até a região do Monte Santiago, onde vivem cerca de 3 mil índios.

O governo argentino transformou o dia de amanhã em feriado nacional para que as pessoas permaneçam em suas casas e recebem os 650 mil recenseadores espalhados por todo o país. A Argentina é constituída por 23 províncias (estados) e pela cidade autônoma de Buenos Aires. O censo, com início marcado para as 8h30 e encerramento previsto para as 20h, incluirá todas as pessoas que se encontrarem nas residências, independentemente de elas morarem no local.

O último censo na Argentina foi realizado em 2001, registrando 36 milhões de habitantes. No ano passado, um levantamento sem base estatística, mas utilizando projeções matemáticas e índices de crescimento populacional, estimou que esse número já pode ter chegado a 40 milhões.

De acordo com informações divulgadas hoje pelo governo da cidade de Buenos Aires (órgão equivalente a uma prefeitura), os recenseadores visitarão amanhã 5 milhões de residências da capital argentina e da área metropolitana. O censo de 2001 registrou 13.760.969 moradores nessas áreas.

registrado em: