Você está aqui: Página Inicial / Internacional / 2009 / 05 / Reaparece testemunha de caso contra repressor da ditadura argentina

Reaparece testemunha de caso contra repressor da ditadura argentina

Orlando Argentino González estava escondido com medo das ameaças que vem sofrendo
por João Peres, da RBA publicado , última modificação 28/05/2009 16h37
Orlando Argentino González estava escondido com medo das ameaças que vem sofrendo

A Associação de Ex-detidos Desaparecidos informou que o homem, de 63 anos, estava na casa de um parente na província de Tucumán. Orlando Argentino González havia sido visto pela última vez na terça (26), quando saiu para depor contra o ex-comissário Camilo Orce, envolvido em crimes cometidos durante a última ditadura militar argentina (1976-83). Orce está detido desde abril pela desaparição e sequestro de pessoas.
González é considerado uma testemunha-chave nos casos de rapto ocorridos nesta região do país. Como outras testemunhas desapareceram na história recente argentina, o sumiço de González alarmou as organizações de direitos humanos, que chegaram a se reunir para exigir a aparição com vida do desempregado.
González, que leva uma vida reclusa desde o regime ditatorial, disse ter sido ameaçado ao longo da última semana.

registrado em: