Você está aqui: Página Inicial / Esportes / copa-2010 / Brasil conhece seus três primeiros adversários na Copa 2010

Brasil conhece seus três primeiros adversários na Copa 2010

por Redação da RBA publicado , última modificação 04/12/2009 17h42

Em sorteio realizado nesta sexta-feira (4), a seleção brasileira conheceu seus três primeiros adversários na Copa de 2010, que será disputada na África do Sul.

O Brasil está no grupo G e enfrenta a Coreia do Norte na estreia no dia 15 de junho e depois enfrenta a Costa do Marfim (dia 20) e por último pega Portugal (25). As duas primeiras partidas serão em Johanesburgo. O terceira será na Cidade do Cabo.

O jogo de abertura da Copa, que acontece  entre 11 de junho e 11 de julho, será África do Sul e México.

  • Confira os grupos:
  • No Grupo A temos: África do Sul, México, Uruguai e França.
  • No Grupo B: Argentina, Nigéria, Coreia do Sul e Grécia.
  • No Grupo C: Inglaterra, Estados Unidos, Argélia e Eslovenia
  • No Grupo D: Alemanha, Austrália, Sérvia e Gana
  • No Grupo E: Holanda, Dinamarca, Japão e Camarões
  • No Grupo F: Itália, Paraguai, Nova Zelândia e Eslováquia
  • No Grupo G: Brasil, Coreia do Norte, Costa do Marfim e Portugal
  • No Grupo H: Espanha, Honduras, Chile e Suíça.

 

Conheça um pouco mais os adversários da seleção.
Coreia do Norte

  • Histórico em Copas: 1
  • Melhor resultado: quartas-de-final em 1966
  • Técnico: Kim Jong-hun
  • Com poucos talentos de nível internacional na equipe, Kim liderou a Coreia do Norte à classificação ao adotar uma disciplina ao estilo militar na defesa e aproveitando seu patriotismo.
  • Principais jogadores

Jong Tae-se (Kawasaki Frontale), 25 anos, atacante
An Yong-hak (Suwon), 31 anos, meio-campista

  • Posição no ranking da Fifa em novembro de 2009: 84
  • Como conseguiu a vaga

Terminou na vice-liderança de seu grupo nas eliminatórias, atrás da Coreia do Sul, para garantir uma das quatro vagas automáticas da Ásia.

  • Perspectivas

Surpresa entre os classificados na Ásia, a Coreia do Norte não deve repetir sua inesperada presença nas quartas-de-final, como em 1966, com a falta de experiência e talento no time. 

Costa do Marfim

  • Histórico em Copas: 1
  • Melhor resultado: fase de grupos em 2006
  • Técnico: Vahid Halilhodzic
  • Conquistou a incrível marca de nove vitórias, nove empates e apenas uma derrota desde que assumiu a seleção em maio de 2008. O bósnio Halilhodzic defendeu a Iugoslávia na Copa do Mundo de 1982 e teve uma brilhante carreira como atacante no Campeonato Francês por Nantes e Paris St. Germain.
  • Principais jogadores
    Didier Drogba (Chelsea), 31 anos, atacante
    Salomon Kalou (Chelsea), 24 anos, atacante
    Yaya Toure (Barcelona), 26 anos, meio-campista
  • Posição no ranking da Fifa em novembro de 2009: 16
  • Como conseguiu a vaga
    Encerrou as eliminatórias sem nenhuma derrota, passando por 12 partidas tranquilamente. A morte de ao menos 19 pessoas em um estádio em Abidjan, em março, antes de uma partida pôs uma sombra negativa na campanha da seleção.
  • Perspectivas
    A mais forte das seleções africanas, a Costa do Marfim levará a esperança de um continente sem títulos mundiais, mas depende fortemente de Drogba. Há vários pontos fracos em posições-chave, o que pode custar caro para o time.

 

Portugal
  • Histórico em Copas: 4
  • Melhor resultado: terceiro lugar em 1966
  • Técnico: Carlos Queiroz. Demitiu-se do cargo de auxiliar-técnico do treinador do Manchester United, Alex Ferguson, em julho de 2008 para uma segunda passagem como técnico de Portugal. Anteriormente, ele não havia conseguido classificar a equipe para a Copa de 1994. As táticas e escolhas de Queiroz atraíram críticas durante o fraco início de Portugal nas eliminatórias, mas a equipe se recuperou no final para ficar com a vaga.
  • Principais jogadores
    Cristiano Ronaldo (Real Madrid), 24 anos, atacante
    Liédson (Sporting), 32 anos, atacante
    Pepe (Real Madrid), 26 anos, zagueiro e meio-campista
  • Posição no ranking da Fifa em novembro de 2009: 5º
  • Como conseguiu a vaga
    Uma derrota em casa para a Dinamarca e três empates em sequência deixaram Portugal com uma tarefa difícil pela frente, mas uma vitória nos instantes finais contra a Albânia foi o momento da virada para a equipe. Portugal venceu as três últimas partidas de seu grupo e garantiu vaga na repescagem, na qual se classificou após derrotar a Bósnia.
  • Perspectivas
    Empolgada e com grande quantidade de talento, as chances de Portugal, no entanto, dependem da capacidade de Queiroz de conseguir tirar o melhor de Cristiano Ronaldo, resolver o problema da lateral-esquerda e conseguir que Liédson ajude a equipe a acabar com sua dificuldade de finalização.

Veja abaixo a "dança oficial" da Copa do Mundo

 

Com informações da Reuters