Você está aqui: Página Inicial / Esportes / 2013 / 05 / Justiça derruba liminar e confirma Brasil x Inglaterra no domingo

Amistoso

Justiça derruba liminar e confirma Brasil x Inglaterra no domingo

Partida havia sido suspensa após concessão de liminar em ação do Ministério Público alegando falta de segurança
por Redação publicado 31/05/2013 00h55, última modificação 31/05/2013 09h30
Partida havia sido suspensa após concessão de liminar em ação do Ministério Público alegando falta de segurança
©Marcelo Mourão/O Dia/Folhapress
Maracanã em obras perto da estreia

Entorno do Maracanã segue em obras, a poucos dias do jogo da Seleção que vai marcar sua inauguração oficial

Rio de Janeiro – A Justiça revogou na noite desta quinta-feira (30) a liminar que proíbia a realização de jogos e eventos no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, suspendendo assim a partida amistosa entre Brasil e Inglaterra, marcada para daqui três dias.

A cassação da liminar aconteceu mediante recurso do governo do Estado com a apresentação do laudo da PM que comprova o cumprimento de todas as regras de segurança no Maracanã", como aponta a nota da administração:

"A juíza de plantão no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro revogou a liminar que suspendia o jogo 'Brasil x Inglaterra', dia 2/6, no Maracanã, mediante recurso do Governo do Estado com a apresentação do laudo da PM que comprova o cumprimento de todas as regras de segurança no Maracanã. O laudo não havia sido entregue à Suderj por 'falha burocrática'. O jogo entre Brasil e Inglaterra está confirmado para o dia 2/6 com as plenas condições de segurança atestadas."

No iníco da tarde, a juíza Adriana Costa dos Santos, da 13ª Vara de Fazenda do Rio de Janeiro, havia concedido liminar a uma ação ingressada pelo Ministério Público, solicitando a proibição do jogo. Na decisão, afirmou que “a não concessão da liminar requerida se afiguraria bem mais gravosa do que seu deferimento, já que o jogo seria realizado sem se averiguar se há condições satisfatórias nos quesitos de segurança e higiene, podendo colocar em risco a segurança dos que lá estiverem". No mesmo despacho, sinalizava que a entrega dos laudos comprovando as garantias exigidas, até a data do jogo, "a liminar perderá sua fundamentação, podendo ser revogada, realizando-se, então, o evento como já noticiado na mídia".

Ainda no final da noite de ontem, a juíza de plantão Gracia Cristina Moreira acolheu o recurso apresentado pela Procuradoria do Estado.

Com informações da Agência EFE e Agência Brasil

registrado em: ,