Você está aqui: Página Inicial / Cultura / 2016 / 02 / Lançamento do DVD 'Últimas Conversas' homenageia Eduardo Coutinho

Rio de Janeiro

Lançamento do DVD 'Últimas Conversas' homenageia Eduardo Coutinho

Neste fim de semana, público poderá conhecer a última obra do cineasta, em sessões especiais e a preços populares, no Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro
por Redação RBA publicado 26/02/2016 09h18, última modificação 26/02/2016 10h18
Neste fim de semana, público poderá conhecer a última obra do cineasta, em sessões especiais e a preços populares, no Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro
Reprodução
Coutinho

'Últimas Conversas' traz toda a essência de Coutinho: a paixão pelo ser humano e pelas histórias simples

São Paulo – O que pensam, como vivem e o que sonham os adolescentes? Era o que o cineasta Eduardo Coutinho queria abordar no documentário que começou a filmar em 2013. Na época, 250 jovens entre 16 e 18 anos vindos de escolas públicas foram entrevistados por pesquisadores de sua equipe. Os 30 escolhidos se encontraram com o documentarista para sessões de bate-papo sobre assuntos variados: bullying, preconceito, cotas, futuro, religião… As filmagens terminaram em novembro daquele ano e, menos de três meses depois, em 2 de fevereiro de 2014, Coutinho foi assassinado pelo filho em seu apartamento, no Rio de Janeiro.

Últimas Conversas teve de ser montado por Jordana Berg e finalizado pelo cineasta João Moreira Salles. Lançado nos cinemas em maio de 2015, o filme terá o lançamento em DVD neste final de semana (27 e 28), com duas sessões especiais na sala do Instituto Moreira Salles (IMS) do Rio. O disco, em pré-venda na loja do IMS, traz nos extras cenas não incluídas na montagem final.

Segundo Jordana, fiel montadora do cineasta, a ideia inicial de Coutinho era ter feito um filme com crianças. “Há muito tempo, ele queria fazer um filme com crianças. A ideia era ouvir pessoas que ainda não tivessem uma cultura introjetada. Ele queria perguntar o que é dinheiro, o que é casamento, o que é viver. Queria ter conversas óbvias com pessoas para quem nada daquilo seria óbvio. Mas o projeto mudou de rumo, e vieram os adolescentes.” Não é à toa que no documentário, o diretor mostra-se hesitante: “Jovem vem moldado, com um cinismo e arrogância de quem sabe tudo. Devia ter feito com criança”, declara, arrependido.

Mas ele seguiu em frente com as entrevistas e, por mais que tenha tido dúvidas e que não tenha tido tempo de ver o resultado de suas últimas conversas, seu filme derradeiro traz toda a essência do cineasta: a espontaneidade, a paixão pelo ser humano e pelas histórias simples, a sabedoria e experiência que o levavam a fazer as perguntas certas da maneira certa e sua escuta atenta e respeitosa.

Mesmo que Últimas Conversas não tenha a profundidade e a genialidade de Cabra Marcado pra Morrer, Edifício Master e Jogo de Cena, o filme, além de ser muito coerente com o conjunto da obra de Eduardo Coutinho, é uma bela homenagem ao cineasta.

O documentário será exibido no cinema do IMS-RJ no sábado e domingo (27 e 28), às 20h, com ingressos a preços populares (R$ 8 e R$ 4, a meia-entrada).

Últimas Conversas
Quando:
dias 27 e 28 de fevereiro, às 20h
Onde: Instituto Moreira Salles
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, Rio de Janeiro
Quanto: R$ 8 e R$ 4 (meia)
Mais informações: (21) 3284-7400

DVD
Quanto: R$ 44,90
Onde: www.lojadoims.com.br