Você está aqui: Página Inicial / Cultura / 2014 / 04 / Festival no Rio de Janeiro exibe a diversidade do mundo árabe

De 25 a 28 de abril

Festival no Rio de Janeiro exibe a diversidade do mundo árabe

Nove filmes e debates fazem parte da programação do Ciclo de Cinema Árabe
por Xandra Stefanel, especial para RBA publicado 25/04/2014 10h13, última modificação 25/04/2014 12h58
Nove filmes e debates fazem parte da programação do Ciclo de Cinema Árabe
Constantino

Documentário resgata a história do diretor brasileiro Otavio Cury, na Síria

Para celebrar seus 10 anos, Instituto Culural Árabe promove o Ciclo de Cinema Árabe, a partir desta sexta-feira (25), com entrada gratuita, no Cine Joia, em Copacabana. O evento é realizado pelo Instituto Cultural Árabe em parceria com a produtora argentina Cine Fértil e o Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ. A abertura oficial da programação, na manhã de hoje, contou com a apresentação do grupo de dança Hátor e o debate “Conjuntura Política e Cultura na Palestina”, com o escritor e pesquisador argentino-libanês, Saad Chedid, e Beatriz Bissio, professora e coordenadora do Departamento de Ciência Política da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

As exibições começam às 20h de hoje e vão até segunda-feira (28), com filmes que foram exibidos na última edição da Mostra Mundo Árabe de Cinema, no ano passado.

O objetivo do ciclo é promover a amplitude social, política e cultural do mundo árabe. Segundo o curador da mostra e diretor cultural do instituto, Geraldo Adriano Godoy de Campos, a presença dos imigrantes árabes no Brasil tem feito aumentar a produção cinematográfica sobre o tema. “O que percebemos ao longo dos anos é que o público brasileiro demonstra cada vez mais interesse em conhecer essa cinematografia. A missão do instituto, criado há dez anos, tem sido mostrar a diversidade que existe no mundo árabe”, afirma.

Para o curador, eventos como o Ciclo de Cinema Árabe podem ajudar a reduzir preconceitos. “Ao mesmo tempo que o brasileiro vive no dia a dia um cotidiano permeado de cultura árabe, ainda existem focos de preconceito, particularmente depois das transformações geopolíticas de 2001. Infelizmente, ainda vemos muitas representações midiáticas que deturpam as notícias que chegam sobre o mundo árabe. Então, por um lado, temos esta presença cultural imensa e, por outro, a necessidade constante de termos de reafirmar, por exemplo, que o mundo árabe é muito diverso”, opina.

Entre os filmes que têm produção e/ou co-produção brasileira estão Constantino, de Otavio Cury; Sob o Véu do Islã, de Luiz Carlos Lucena; Hijab – Mulheres de Véu, de Paulo Halm; e Habi, La Extrajera, de María Florencia Álvares. Também serão exibidos Ok, Basta, Adiós, de Rania Attieh e Daniel García; The Lebanese Rocket Society, de Joana Hadjithomas e Khalil Joreige; Condom Lead, de Mohammad Hushki; Death for Sale, de Faouzi Bensaïdi; e Fidaï, dirigido por Damien Ounouri. Serão promovidos debates depois das sessões.

Na segunda-feira (28), às 10h, será realizada a mesa redonda A indústria do cinema nos países árabes: possíveis parcerias com a América Latina”, com participação de Eduardo Valente (cineasta e assessor internacional da Ancine), de Edgardo Alberto Bechara (diretor executivo da Cine Fértil e do Festival Latino Americano de CineÁrabe LatinArab), de Christian Lionel Mouroux (diretor artístico do LatinArab) e o curador do Icárabe, Geraldo Adriano Godoy de Campos.

Ciclo de Cinema Árabe
Sexta-feira, dia 25 de abril
- 20h: Ok, Basta, Adiós (longa-metragem, ficção, 93 min. Líbano, 2011), no Cine Joia

Sábado, dia 26 de abril
- 18h: Habi, La Extranjera (longa-metragem, ficção, 92 min. Argentina/Brasil, 2013), no Cine Joia
- 20h: The Lebanese Rocket Society (longa-mentragem, documentário, 95 min. Líbano/França, 2012), no Cine Joia

Domingo, dia 27 de abril
- 18h: Condom Lead (curta-metragem, ficção, 15 min. Palestina, 2012), no Cine Joia
- 18h15: Hijab – Mulheres de Véu (documentário, 80 min. Brasil, 2013), no Cine Joia
- 20h: Constantino (longa-metragem, documentário, 93 min. Brasil/Síria, 2012), no Cine Joia

Segunda-feira, dia 28 de abril
- 10h: mesa redonda “Parcerias entre a produção brasileira e a de países árabes”, no Cine Joia
- 16h: Sob o Véu do Islã (longa-metragem, documentário, 74 min. Brasil, 2012), no Cine Joia
- 18h: Death for Sale (longa-metragem, ficção, 117 min. Bélgica/França/Marrocos, 2011), no Cine Joia
- 20h: Fidaï (longa-metragem, documentário, 82 min. França /China/ Argélia / Alemanha/ Kuwait/ UK, 2012), no Cine Joia
Quanto: grátis
Cine Joia: Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 680, Copacabana, Rio de Janeiro

registrado em: ,