Você está aqui: Página Inicial / Cultura / 2013 / 03 / Feira homenageia mulheres e conecta movimentos no Jardim Maria Sampaio

Feira homenageia mulheres e conecta movimentos no Jardim Maria Sampaio

Evento na zona sul de São Paulo chega a sua quinta edição. Shows e atendimentos de saúde serão realizados ao longo deste sábado (9)
por gisele publicado , última modificação 09/03/2013 10h04
Evento na zona sul de São Paulo chega a sua quinta edição. Shows e atendimentos de saúde serão realizados ao longo deste sábado (9)

Cantoras, rappers e mulheres Djs serão as principais atrações musicais (Ilustração: divulgação)

São Paulo - Moradores do Jardim Maria Sampaio, na zona sul de São Paulo, realizam hoje (9) a 5ª Feira Sociocultural, com o tema “Não matarás mulheres, homens, jovens e homossexuais”. Além de contar com atrações musicais e atendimento de saúde, o evento coloca em rede agentes da região e de outros lugares da cidade interessados em melhorar a vida do bairro, aproximar o poder público da comunidade e ainda fortalecer e valorizar o papel da mulher na luta e na conquista por direitos. Este ano, mães que perderam filhos de maneira violentada serão homenageadas.

 “O evento é sempre construído em forma de mutirão. A gente sempre compara com aquele evento Globo Cidadania, porque são um pouco parecidos, mas, naquele, eles vão, levam aquela cidadania e depois vão embora e levam a cidadania embora também. Nunca mais o cara vai entrar em um consultório daquele”,  explica Rafael Mesquita, um dos articuladores da União Popular de Mulheres, organizadora do evento. “Aqui a ideia é que a gente consiga trazer todos os agentes locais. A gente fecha com o posto de saúde do bairro, para que, na segunda-feira, ele saiba onde ir buscar esse dentista”, ressalta.

“Está no nosso estatuto que um dos nossos objetivos é articular o movimento popular. E muitas ONGs ficam na coisa assistencial mesmo”, diz Mesquita. A expectativa é que 5 mil pessoas passem pela feira e utilizem algum dos serviços prestados.

Foi a partir de conversas iniciadas na primeira feira, em 2008, que surgiu a ideia da construção do banco comunitário Maria Sampaio, que atualmente ajuda empreendedores locais e famílias carentes. A experiência com o Sampaio, a moeda social do banco, também inspirou a construção da Agência Cultural Solano Trindade, que tem se articulado para fomentar e divulgar artistas da periferia.

“É uma ação de rede em que a gente faz as pessoas se conhecerem, conversarem, ver o que cada um está fazendo na comunidade. É um momento em que a gente planta para ir colhendo durante o ano”, define Mesquita. A prefeitura, por meio da Coordenadoria de Juventude, colabora nas atividades ligadas ao grafite e a Secretaria de Cultura irá pagar o cachê das artistas que irão se apresentar. Nesta edição, são as mulheres que vão tocar o show. Amanda Negra Sim, Camila Brasil, Dryca Ryzzo, Leca Soul, Dj Simone Lasdenas, Tati Botelho, Paula da Paz, Nena, Dessa Lima e Zú se apresentam entre 9h e 22h.

“Este é o primeiro ano que tem uma parceria oficial com o poder público. Nos outros quatro anos, sempre foi na articulação local mesmo, pegando som emprestado de um, barraca emprestada de outro. A própria construção já é um aprendizado para nós”, explica Mesquita.

Serviço: 5ª Feira Sociocultural Maria Sampaio
Local: Rua Cantanhede, 128. Jardim Maria Sampaio, zona sul (SP).
Horário: entre 9h e 22h