Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2016 / 10 / IGP-M perde força em outubro e fica abaixo de 10% no acumulado

Inflação

IGP-M perde força em outubro e fica abaixo de 10% no acumulado

Taxa recuou para 0,18% no mês, a menor para outubro desde 2012, e caiu para 8,78% em 12 meses
por Redação RBA publicado 28/10/2016 16h58, última modificação 28/10/2016 18h23
Taxa recuou para 0,18% no mês, a menor para outubro desde 2012, e caiu para 8,78% em 12 meses
reprodução
fruta.jpg

Grupo Alimentação passou de 0,09% para -0,22%, com destaque para item frutas (de 4,52% para -4,36%)

São Paulo – O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) perdeu força e variou 0,16% neste mês, ante 0,20% em setembro e 1,89% em outubro do ano passado. Foi a menor taxa para outubro desde 2012. Com isso, a variação em 12 meses deixou os dígitos, o que não acontecia há mais de um ano, e passou para 8,78%. No acumulado de 2016, atinge 6,63%. Os resultados foram divulgados hoje (28) pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Entre os componentes, o IPA (preços ao produtor amplo), que responde por 60% do total, passou de 0,18%, em setembro, para 0,15%. O IPC (preços ao consumidor, responsável por 30% do índice geral) foi de 0,16% para 0,17%. E o INCC (custos de construção), de 0,37% para 0,17%.

No IPC, o grupo Alimentação passou de 0,09% para -0,22%, com destaque para o item frutas (de 4,52% para -4,36%). A FGV apurou alta em Transportes, de -0,12% para 0,51%, com aumento da gasolina (de -1,13% para 0,47%). No total, cinco dos oito grupos tiveram acréscimo nas taxas.

registrado em: , ,