Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2016 / 01 / Indústria e construção atingem mais o emprego na cidade de São Paulo

Caged

Indústria e construção atingem mais o emprego na cidade de São Paulo

Município fechou 139 mil vagas com carteira assinada no ano passado
por Redação RBA publicado 25/01/2016 13:42, última modificação 25/01/2016 16:39
Município fechou 139 mil vagas com carteira assinada no ano passado

São Paulo – A indústria de transformação e a construção civil foram os setores que, percentualmente, mais fecharam vagas com carteira assinada em 2015, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência Social. De um total de 139.133 postos de trabalho formais perdidos no ano passado (-3,09%), 39.578 foram na indústria, que registrou retração de 7,74%. A maior queda percentual foi da construção: -11,32%, o equivalente a menos 37.219 empregos.

O setor de serviços eliminou 33.679 vagas, com queda de 1,26%. E o comércio fechou 26.679, diminuição de 3%. O único setor com resultado positivo foi o da agropecuária, com acréscimo de 443 vagas (crescimento de 6,34%).

Em todo o estado, foram fechados 466.686 empregos com carteira (-3,65%), sendo 226.027 na indústria de transformação, 89.424 em serviços, 74.597 no comércio e 72.510 na construção civil. Apenas na região metropolitana, o mercado formal eliminou 252.740 vagas.

No país, de acordo com o Caged, houve perda de 1,5 milhão de empregos formais em 2015. O estoque atual é de 39,6 milhões de postos de trabalho.