Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2015 / 02 / Trabalhadores e empresários discutem pacto pela indústria

Reunião

Trabalhadores e empresários discutem pacto pela indústria

Entidades querem redução de juros, diminuição da carga tributária e alternativas para evitar fechamento de postos de trabalho
por Redação RBA publicado 06/02/2015 17h47
Entidades querem redução de juros, diminuição da carga tributária e alternativas para evitar fechamento de postos de trabalho

São Paulo – Um almoço na sede da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), hoje (6), reuniu centrais sindicais e empresários para discutir medidas que reativem a economia e evitem perda de empregos. A ideia é lançar um manifesto na semana posterior à do carnaval, defendendo redução de juros e impostos e mudanças no câmbio, além de medidas que combatam a desindustrialização.

Estavam lá, entre outros, os presidentes da UGT, Ricardo Patah, da CTB, Adilson Araújo, da Força Sindical, Miguel Torres, e da CGTB, Ubiraci Dantas de Oliveira, além do secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre. Pelo lado empresarial, representantes dos setores químico, têxtil, de aços e metais não ferrosos. Na próxima quinta-feira (12), haverá novo encontro para discutir detalhes do manifesto.

"O relato (dos empresários) foi muito drástico. Nós também estamos preocupados", comentou Torres. As entidades patronais lembraram que a participação da indústria no Produto Interno Bruto (PIB) caiu de 35%, nos anos 1980, para 12% atualmente.

Agenda

Na próxima terça-feira, as centrais têm reunião às 16h com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Na sequência, devem se encontrar com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Na pauta, as medidas provisórias (664 e 665) que dificultam o acesso a direitos trabalhistas e previdenciários. Os sindicalistas também querem discutir a chamada agenda sindical, que inclui temas como redução da jornada e fim do fator previdenciário.