Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2014 / 11 / Pesquisa da CNI aponta melhor expectativa do empresariado

Indústria

Pesquisa da CNI aponta melhor expectativa do empresariado

Diretor técnico do Dieese aposta no aumento da demanda e consequente melhora no desempenho industrial para 2015
por Redação da RBA publicado 24/11/2014 12h52, última modificação 24/11/2014 13h28
Diretor técnico do Dieese aposta no aumento da demanda e consequente melhora no desempenho industrial para 2015
Divulgação/GERJ
ind

Desempenho da indústria alcançou 50,8 pontos, com leve melhora em outubro

São Paulo – Em seu comentário desta segunda-feira (24) à Rádio Brasil Atual, o diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, fala sobre o desempenho da indústria em outubro, que teve leve melhora, segundo dados da Confederação Nacional das Indústrias (CNI). A pesquisa realizada pela CNI, chamada de Sondagem Industrial, mede a expectativa do setor através de entrevistas com empresários.

Pela primeira vez em 11 meses, o indicador de evolução da produção ficou acima da linha divisória dos 50 pontos e alcançou 50,8 pontos. O ritmo de queda do número de empregados diminuiu e o indicador de utilização da capacidade instalada aumentou de 72% em setembro para 73% em outubro. Os valores variam de zero a cem. Acima de 50, indicam expectativas positivas.

Para Clemente Ganz Lúcio, os dados da pesquisa “mostram uma melhor performance do setor em comparação com o primeiro semestre e, ao mesmo tempo, há uma expectativa de que a demanda para 2015/2016 comece a aumentar e, portanto, tenhamos um desempenho econômico um pouco melhor do que aquele observado em 2014”.

O comentarista aponta ainda que o setor industrial permanece em ‘compasso de espera’ em relação às novas diretrizes econômicas por parte do governo e a expectativa de ampliação do diálogo com o setor, visando à reformulação e aprofundamento da política industrial brasileira, em contraposição às elevação das importações de produtos manufaturados, em especial da China.

registrado em: ,