Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2014 / 10 / IGP-M sobe em outubro; acumulado em 12 meses está abaixo de 3%

Inflação

IGP-M sobe em outubro; acumulado em 12 meses está abaixo de 3%

Seis meses atrás, o índice atingia quase 8%. Preços de alimentos pressionaram o resultado do mês
por Redação RBA publicado 30/10/2014 14h42, última modificação 30/10/2014 14h43
Seis meses atrás, o índice atingia quase 8%. Preços de alimentos pressionaram o resultado do mês
agência brasil
organicos_feira_2_marcello_casal_jr_abr_600.jpg

O preço ao consumidor passou de 0,42% para 0,46%, com pressão, principalmente, do grupo Alimentação

São Paulo – O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) teve alta pelo segundo mês seguido, após quatro resultados negativos consecutivos, e variou 0,28% em outubro, segundo informou hoje (30) a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Contudo o acumulado em 12 meses segue em queda e está abaixo de 3% (2,96%) – seis meses atrás, atingia quase 8%.

Responsável por 60% do resultado total, o IPA (preços ao produtor) passou de 0,13%, em setembro, para 0,23%. Em 12 meses, chega a 1,03%.

Componente que responde por 30% do IGP-M, o IPC (preços ao consumidor) passou de 0,42% para 0,46%, com pressão, principalmente, do grupo Alimentação (de 0,40% para 0,63% neste mês). O item hortaliças e legumes passou de -6,85% para 2,36%. Em 12 meses, o índice está acumulado em 6,82%.

Já o INCC (custos de construção) foi de 0,16% para 0,20%. Chega a 6,66% em 12 meses.