Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2014 / 09 / Inflação na cidade de São Paulo fica estável

Dieese

Inflação na cidade de São Paulo fica estável

Custos com moradia aumentaram, enquanto preços de alimentação e transporte ficaram menores
por Redação RBA publicado 05/09/2014 14h06, última modificação 05/09/2014 14h15
Custos com moradia aumentaram, enquanto preços de alimentação e transporte ficaram menores
reprodução
alimentos

Grupo com peso de mais de 30% no índice geral, Alimentação teve variação de -0,07%, na 3ª taxa negativa seguida

São Paulo – A inflação no município de São Paulo, medida pelo Índice do Custo de Vida (ICV), do Dieese, praticamente não variou em agosto (0,02%). Enquanto os custos com habitação aumentaram, caíram os preços de alimentação e transporte. O ICV está acumulado em 4,86% no ano. Em 12 meses, chega a 6,73%.

Segundo o Dieese, a alta de 0,30% no grupo Habitação teve impacto dos itens impostos e condomínio (0,48%), aluguel (0,59%) e condomínio (0,34%). O grupo Saúde teve pouca variação (0,04%), com alta de 0,05% em assistência médica e quase estabilidade (0,01%) em medicamentos e produtos farmacêuticos.

Grupo com peso de mais de 30% no índice geral, Alimentação teve variação de -0,07%, na terceira taxa negativa seguida. O comportamento foi distinto: os preços de alimentos in natura e semielaborados caíram 0,69%, enquanto os da indústria (0,33%) e alimentação fora do domicílio (0,59%) aumentaram.

Em Transporte (-0,09%), caíram os preços de gasolina (-0,30%) e álcool (-0,55%).