Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2010 / 03 / Indústria paulista criou 23 mil empregos em fevereiro

Indústria paulista criou 23 mil empregos em fevereiro

Resultado foi o melhor para o mês nos últimos cinco anos; para Fiesp, atividade está se recuperando "em muito boa velocidade"
por Vitor Nuzzi, da RBA publicado 11/03/2010 12h51, última modificação 11/03/2010 12h55
Resultado foi o melhor para o mês nos últimos cinco anos; para Fiesp, atividade está se recuperando "em muito boa velocidade"

São Paulo - O emprego industrial paulista cresceu 1,07% de janeiro para fevereiro (0,81% com ajuste sazonal), com a abertura de 23 mil vagas, informou nesta quinta-feira (11) a Fiesp. Foi o melhor resultado para o mês nos últimos cinco anos. No bimestre, a alta é de 1,58%, o equivalente à criação de 34 mil postos de trabalho – em igual período de 2009, o emprego caiu 3,05%. "O emprego está se recuperando em muito boa velocidade", afirmou o diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Fiesp, Paulo Francini.

Dos 22 setores pesquisados, 17 tiveram resultados positivos, três ficaram negativos e dois mostraram estabilidade. Em fevereiro do ano passado, 20 setores haviam ficado negativos e apenas dois, positivos.

Dos 23 mil empregos criados no mês passado, 8.042 foram no setor de produtos alimentícios (ligados à área de açúcar e álcool, alta de 3,1%), 3.056 em produtos de borracha e material plástico (crescimento de 1,7%), 1.753 em preparação de couros (3,5%), 1.544 em vestuário (1%) e 1.520 em veículos automotores (0,7%).

Francini lembrou que de setembro de 2008 (período pré-crise) até fevereiro deste ano, a indústria paulista eliminou 180 mil vagas. "Ainda temos um caminho para recuperar", comentou. A Fiesp prevê crescimento de 6,2% este ano, com a criação de 130 mil a 140 mil vagas.