Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2010 / 02 / Custo de vida da classe média de SP aumenta 1,15% em janeiro

Custo de vida da classe média de SP aumenta 1,15% em janeiro

Índice sofreu pressão de reajuste da tarifa do ônibus, produtos hortifrutigranjeiros e mensalidades escolares
por Vitor Nuzzi, da RBA publicado 09/02/2010 17h05, última modificação 09/02/2010 17h09
Índice sofreu pressão de reajuste da tarifa do ônibus, produtos hortifrutigranjeiros e mensalidades escolares

São Paulo - O Índice do Custo de Vida da Classe Média (ICVM) no município de São Paulo, calculado pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio) e pela Ordem dos Economistas do Brasil (OEA), teve alta de 1,15% em janeiro, ante 0,27% no mês anterior, segundo dados divulgados nesta terça-feira (9). Em 12 meses, o ICVM acumula alta de 4,63%. O índice abrange consumidores com renda de cinco a 15 salários mínimos.

Segundo o economista Gílson Garófalo, pesou no resultado o aumento da tarifa de ônibus na capital paulista. Com isso, o grupo Transportes teve inflação de 2,5%, bem acima do registrado em dezembro (0,56%). Além disso, o etanol teve alta de 12,93% e a gasolina, de 1,11%.

No grupo Alimentação, os produtos hortifrutigranjeiros subiram 4,56% (devido às chuvas) e pressionaram o índice geral, que teve inflação de 1,63%, após cair 0,1% no último mês de 2009. Por sua vez, o grupo Educação subiu 4,68% em janeiro (0,05% em dezembro), pressionado pelo reajuste das mensalidades escolares.