Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2010 / 01 / STF suspende lei paulista que proibia cobrança de assinatura básica mensal de telefonia

STF suspende lei paulista que proibia cobrança de assinatura básica mensal de telefonia

por Carolina Pimentel publicado 15/01/2010 18h40, última modificação 15/01/2010 18h53

Brasília - Por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), foi suspensa a lei paulista que proibiu a cobrança de assinatura básica mensal de telefonia fixa e móvel no estado de São Paulo. A decisão, em caráter liminar, é do presidente do STF, Gilmar Mendes, em resposta a ação movida pela Associação Brasileira de Concessionárias de Serviço Telefônico Fixo Comutado.

Mendes argumenta que a Constituição Federal prevê ser competência exclusiva da União legislar sobre cobranças no setor de telecomunicações, o que não poderia ser feito por estadual. A lei já havia sido vetada pelo governador de São Paulo, José Serra, por invadir competência da União, porém o veto foi derrubado pela Assembleia Legislativa.

De acordo com a lei, o fim da assinatura básica teria início na primeira semana de fevereiro, quando termina o período de 60 dias para que as empresas de telefonia se adaptem à nova regra. A decisão de Mendes será ainda levada para julgamento em plenário.

Em ocasião anterior, o STF declarou inconstitucional lei semelhante do estado de Santa Catarina.

Fonte: Agência Brasil