Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2009 / 12 / São Paulo ainda lidera PIB industrial, mas vem perdendo participação

São Paulo ainda lidera PIB industrial, mas vem perdendo participação

por Thaís Leitão publicado 16/12/2009 12h08, última modificação 16/12/2009 12h09 Agência Brasil

Rio de Janeiro - Apenas dez municípios eram responsáveis por 25% do valor adicionado da indústria em 2007. A metade do Produto Interno Bruto (PIB – a soma de bens e serviços produzidos em um ano) do setor estava concentrada em 59 municípios. No mesmo ano, 2.464 cidades responderam, juntas, por apenas 1% do PIB industrial.

Os dados, divulgados nesta quarta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), fazem parte do levantamento Produto Interno Bruto dos Municípios, que traz informações relativas à geração de renda nos 5.565 municípios no período entre 2003 e 2007.

De acordo com o estudo, somente São Paulo foi responsável por 9,3% da renda gerada pelo setor. Embora tenha se mantido como principal polo industrial do país, o município vem perdendo participação desde 2003 (10,6%).

A cidade fluminense de Campos dos Goytacazes, importante polo de exploração de petróleo e gás, assumiu o segundo lugar em 2005 (2,4%) e aumentou sua participação para 2,6% em 2007. Em seguida, aparece o Rio de Janeiro, com 2,2% de contribuição ao PIB industrial.

O levantamento mostra também que o município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi o que apresentou a maior expansão do valor adicionado bruto da indústria entre as cidades que tinham pelo menos 0,5% de contribuição.

O crescimento foi impulsionado pela alta nos preços dos derivados do petróleo e da produção de álcool. O município respondeu por 0,4% do PIB industrial. O bom desempenho do setor automobilístico em 2007 também ajudou a impulsionar o município paulista de São Bernardo do Campo, que contribuiu com 0,2%.

No setor de serviços, metade do PIB ficou concentrado em 36 cidades, enquanto 1.344 respondiam por apenas 1%. São Paulo e Rio de Janeiro, juntos, concentraram 25% da renda gerada pelo setor. A concentração dos serviços nas capitais também foi considerada “bastante alta” pelos técnicos do IBGE, tendo alcançado 40,7% em 2007. Dos 36 municípios que agregavam 50% do PIB do setor, 17 eram capitais.

A agropecuária continuou apresentando uma participação menos concentrada. Em 2007, 202 municípios agregavam 25% do PIB da atividade e 677 respondiam por 1%.

registrado em: , ,