Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2009 / 05 / Consumo de gás natural no Brasil volta a cair em abril

Consumo de gás natural no Brasil volta a cair em abril

Foram consumidos 32,8 milhões de metros cúbicos de gás por dia, representando uma queda de 4,5% em relação a marco
por Denise Luna, Reuters publicado 27/05/2009 11h06, última modificação 27/05/2009 11h13 © 2009 Thomson Reuters. All rights reserved. Reuters content is the intellectual property of Thomson Reuters or its third party content providers. Any copying, republication or redistribution of Reuters content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Thomson Reuters. Thomson Reuters shall not be liable for any errors or delays in content, or for any actions taken in reliance thereon. "Reuters" and the Reuters Logo are trademarks of Thomson Reuters and its affiliated companies. For additional information on other Reuters media services please visit http://about.reuters.com/media/.
Foram consumidos 32,8 milhões de metros cúbicos de gás por dia, representando uma queda de 4,5% em relação a marco

Rio de Janeiro (Reuters) - O consumo de gás natural no país voltou a perder força em abril depois de ter esboçado ligeira reação em março, caindo para 32,8 milhões de metros cúbicos diários, queda de 4,5% contra o mês anterior, informou a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Natural (Abegás).

"À exceção do segmento residencial, todos os outros apresentaram queda. O resultado foi que, desde o ano de 2004, o consumo de gás natural não era tão baixo como o valor apresentado neste mês", informou a Abegás, culpando "a falta de política energética e o preço do insumo", como principais causas do recuo.

Devido à alta do produto, muitas indústrias vêm utilizando óleo combustível, aproveitando a queda do preço do petróleo no mercado internacional. O menor uso de usinas térmicas no início do ano também contribuiu para a redução do consumo de gás.

De janeiro a abril, o consumo de gás natural teve uma diminuição de 34,97% se comparado ao mesmo período do ano passado. O segmento industrial, maior consumidor do insumo no país, registrou redução de 28% nos primeiros quatro meses do ano.

O setor térmico teve queda de 60,3% de janeiro a abril em relação ao consumo do primeiro quadrimestre de 2008. "As indústrias consumiram menos, cerca de oito milhões de metros cúbicos por dia no período, disse a Abegás.

Segundo a associação, nos primeiros quatro meses do ano o consumo da indústria foi de 18,7 milhões de metros cúbicos diários, contra 26 milhões há um ano.