Você está aqui: Página Inicial / Cidades / 2013 / 01 / Piora avaliação do morador de São Paulo sobre qualidade de vida e segurança

Piora avaliação do morador de São Paulo sobre qualidade de vida e segurança

Levantamento Irbem foi apresentado hoje pela Rede Nossa São Paulo. Áreas relacionadas a vida pessoal são os únicos com nota acima da média.
por gisele publicado 17/01/2013 13h29, última modificação 17/01/2013 14h49
Levantamento Irbem foi apresentado hoje pela Rede Nossa São Paulo. Áreas relacionadas a vida pessoal são os únicos com nota acima da média.

São Paulo –  A maioria da população de São Paulo está insatisfeita com a vida na cidade.A pesquisa Irbem divulgada hoje (17) pela organização não governamental Rede Nossa São Paulo aponta que a nota média atribuída à qualidade de vida no município ficou em 4,7, em uma escala que vai de 1 a 10. É a pior nota desde que a pesquisa começou a ser feita, em 2008.

Entre as 169 áreas verificadas para medir o nível de bem-estar, apenas Relações Humanas, Religião e Espiritualidade, Tecnologia da Informação e Trabalho receberam nota acima da média, 5.5.  

A área pior avaliada é a transparência e participação política da cidade, com média de 3,5. Já a com melhor avaliação, foi a de relações humanas, que trata do contato com a família em ambiente doméstico com 8,0. 

Segurança foi a área que apresentou a maior piora na percepção da população. Em 2011 e 2012 a nota caiu de 3,9 para 3,0. Cerca de 91% da população se diz insegura de viver em São Paulo. Para resolver o problema, 26% dos entrevistados acreditam que é preciso combater a corrupção nos presídios.

As subprefeituras das periferias da  zona sul e leste concentram as piores avaliações sobre a qualidade de vida. Já em Perus, no extremo norte, é a região administrativa com melhor avaliação, 5,6, a única acima da média, contra a pior 4,2, na subs de Capela do Socorro/Cidade Ademar.