Você está aqui: Página Inicial / Cidades / 2011 / 03 / Contra aumento da tarifa do ônibus, ativistas protestam diante da casa do prefeito de São Paulo

Contra aumento da tarifa do ônibus, ativistas protestam diante da casa do prefeito de São Paulo

por jessicasouza publicado 10/03/2011 14h46, última modificação 10/03/2011 19h54

Baixa qualidade e alto custo do ônibus em São Paulo são temas que ativistas querem discutir com Kassab (Foto: Jailton Garcia - Arquivo)

São Paulo – Manifestantes contrários ao aumento da tarifa do ônibus em São Paulo realizam, nesta quinta-feira (10), novo protesto. Desta vez, o ato ocorre em frente à residência do prefeito Gilberto Kassab (DEM), que continua em visita à França. O objetivo do ato é  reivindicar uma negociação diretamente com Kassab.

É a nona semana consecutiva em que militantes do Movimento do Passe Livre (MPL), estudantes, trabalhadores e pessoas insatisfeitas com o reajuste da tarifa vão às ruas contra a alta de 11,11% nas tarifas do transporte público. O aumento ocorreu em 5 de janeiro.

Na terça-feira (8), em Paris, Kassab foi surpreendido por manifestantes durante visita oficial à França, quando saía da Feira Internacional dos Profissionais do Setor Imobiliário. Em São Paulo, os ativistas resolveram continuar a pressão pelo cancelamento do reajuste da passagem com um ato simbólico em frente à casa do prefeito.

Até o momento, as reuniões do movimento com o poder público têm ocorrido com secretários da gestão. Apesar de alguns encontros, permanece um impasse. O secretário-adjunto de Transportes, Pedro Luiz de Brito Machado, afirmou em reunião com os manifestantes que o reajuste de tarifas de ônibus na cidade foi uma decisão política e não técnica.

 

registrado em: , ,