Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2018 / 05 / Projeto oferece pré-natal para gestantes em situação de rua em São Paulo

pela vida

Projeto oferece pré-natal para gestantes em situação de rua em São Paulo

Programa Menino e Menina já atendeu 60 mulheres e auxilia no combate a doenças que podem ser prevenidas na gestação, além de ajudá-las a sair da condição de rua
por Redação RBA publicado 10/05/2018 10h10, última modificação 10/05/2018 12h00
Programa Menino e Menina já atendeu 60 mulheres e auxilia no combate a doenças que podem ser prevenidas na gestação, além de ajudá-las a sair da condição de rua
TVT/REPRODUÇÃO
projeto menino e menina.jpg

Acompanhamento das gestantes no pré-natal é feito por agentes de saúde que já viveram na rua

São Paulo – Criado a partir do Consultório na Rua, o projeto Menino e Menina oferece chá de bebê para gestantes em situação de rua na cidade de São Paulo. A iniciativa dos profissionais de saúde pretende atrair grávidas para o pré-natal e também ajudá-las a sair das ruas. Atualmente, o projeto atende 35 gestantes, com o objetivo de incentivá-las a fazer o pré-natal para evitar doenças que podem ser prevenidas na gestação e ajudá-las a sair da condição de rua, para evitar que percam seus bebês.

Grávida de 40 semanas do terceiro filho, Stefani Ferreira ganhou um chá de bebê pela primeira vez. "Eles são super cuidadosos, preocupados, eles ajudam muito, muito mesmo", afirma a mãe, em entrevista à repórter Michelle Gomes, da TVT.

O projeto foi criado pelo Consultório na Rua, que tem 14 anos em São Paulo. "É uma ação que nasceu da dificuldade do acompanhamento com as gestantes que vivem em situação de rua. Essas mães tinham medo de fazer o pré-natal ou de perder os bebês", diz a coordenadora Marta Akiyama.

O acompanhamento das gestantes no pré-natal é feito também por agentes de saúde que já viveram na rua. Durante três anos, Rosana Augusta morou em diversos abrigos e por sete meses foi atendida pelo Consultório na Rua. Há dois meses, ela trabalha no projeto. "Consegui trazer minha filha para cá, alugar minha casa, com muita ajuda deles. Isso tem sido muito bom para mim", conta.

Em dois anos e meio de funcionamento, o Projeto Menino e Menina já atendeu 60 gestantes e marcou a vida dessas mulheres. "Para mim foi muito bom esse acompanhamento na UBS, foi até o pré-natal mais completo que eu fiz", relata a mãe Fiama Miranda.

Além de receber enxoval e produtos de higiene para os cuidados com o bebê, as mulheres também de um álbum com fotos do ensaio feito durante o projeto. "Eu parei de usar a droga mais por causa dessa gestação. É um amor que não tem explicação e é minha alegria. O que eu mais priorizo neste momento é o meu filho", conclui Stefani.

Assista à reportagem do Seu Jornal, da TVT: