Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2018 / 04 / Lula reage a energia das cartas e quer responder as mensagens que recebe

Cartas a Lula

Lula reage a energia das cartas e quer responder as mensagens que recebe

Bancários do ABC, estudantes da Federal do Rio Grande do Norte, trabalhadores do Brasil e do exterior seguem enviando mensagens de apoio. Ex-presidente pretende responder
por Redação RBA publicado 25/04/2018 16h55, última modificação 26/04/2018 13h43
Bancários do ABC, estudantes da Federal do Rio Grande do Norte, trabalhadores do Brasil e do exterior seguem enviando mensagens de apoio. Ex-presidente pretende responder
Joka Madruga/Agência PT
Cartas de Minas

Gleisi Hoffmann, ao lado do rapper Renegado, mostra algumas das 300 cartas escritas escritas em central montada em Belo Horizonte

São Paulo – A redação da RBA segue recebendo cópia de cartas encaminhados por leitores de todos os cantos do Brasil e do mundo para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em Curitiba, onde o petista está preso desde 7 de abril, já chegaram mais de 10 mil correspondências, segundo reportagem da CartaCapital. Lula já orientou sua equipe a responder cada uma das mensagens, selecionando algumas delas para que ele próprio faça.

De acordo com a equipe do Instituto Lula, é preferível que as cartas passem a ser enviadas diretamente ao instituto, em São Paulo, e não mais à Superintendência da Polícia Federal, nem ao diretório do PT da capital paranaense. O endereço é Rua Pouso Alegre, 21, Ipiranga, São Paulo (SP) – 04261-030.

A RBA publica a seguir algumas dessas cartas. Uma delas enviada pela diretoria do Sindicato dos Bancários do ABC, cujo presidente, Belmiro Moreira, acaba de ser eleito com 98% dos votos. A mensagem lembra da presença de Lula na posse da direção cutista há três anos, quando já acusava as “mentiras e safadezas” dos que armavam o golpe de 2016. O petista afirmava que quem apostasse no fracasso do Brasil quebraria a cara, “porque este país tem um grande poder de reação”.

Outra mensagem é assinada por 72 alunos do curso de pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). “De fato, com base em uma retrospectiva histórica, é evidente que, desde o período imperial, os governantes brasileiros que se preocuparam com o povo foram severamente perseguidos por uma ‘elite’ corrupta, conservadora e autoritária”, diz a correspondência.

Relembre o que já foi publicado sobre tema e em seguida, leia nova rodada de cartas

:: Preso político aos 16 anos, Ivan Seixas apoia campanha de cartas a Lula
:
: De Manchester a João Pessoa, cartas de apoio ao ex-presidente Lula
:: Não vamos voltar à miséria que nos é imposta
:
: Apoiadores escrevem cartas durante manifestação em São Paulo: roubou meu coração
:: Cecília, 94, anos: fariseus de hoje só o querem fora da política: "Crucifica-o", dizem
:: Alice, 7 anos: "Lula, acho que sua família está muito triste. A minha também"
:: Não me calarei diante dessa prisão absurda. Escreverei todos os dias
:: Solidariedade: apoiadores escrevem cartas ao ex-presidente. Leia algumas

_____________

“Nós, que andamos de braços abertos com a utopia e sua irmã esperança, estamos alertas, na luta e na expectativa de que, em breve, o senhor possa andar novamente por esse grande Brasil”

Sindicato dos Bancários do ABC

_____________

“As instituições que o senhor tanto lutou para fortalecer estão ruindo depressa. As primeiras vítimas desse processo são justamente os espaços relacionados à promoção do combate às desigualdades sociais”

Marcos Saiande Casado, em nome de 72 estudantes do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRN, que assinam a carta aberta anexa.

_____________ 

“Lula, você vai sair daí em breve, sereno e confiante. Vai encontrar e abraçar multidões que o aguardam para marchar junto, construindo um Brasil decente”

Isabela Camini, professora universitária, com mestrado e doutorado em Educação pela UFRGS e do setor de Educação do MST.

_____________

“Seguiremos entoando nosso grito e gritando por você também! Afinal, você mesmo disse que se não pudesse falar, nós seríamos a sua voz”

Ediane Souza, Recife

_____________

“Você se meteu como uma cunha entre forças poderosas, conservadoras e preconceituosas. Esta cunha, com muita luta, criou o espaço daqueles que nunca tiveram voz”

Benjamim Godinho da Fonseca Neto, Belo Horizonte

_____________

“Mesmo estando do outro lado do Atlântico, meu coração está aí com você. E, por onde ando, difundo o seu nome como o melhor presidente que o Brasil já teve”

Rosimeire Morais Lima, 44 anos, cuidadora de idosos, Lisboa, Portugal