Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2016 / 03 / São Paulo abre centro de promoção da identidade negra

inaguração

São Paulo abre centro de promoção da identidade negra

Centro é uma parceria entre a prefeitura paulistana e o Geledés Instituto da Mulher Negra, que tem experiência no atendimento nos casos de discriminação racial
por Redação RBA publicado 09/03/2016 09h21, última modificação 09/03/2016 10h36
Centro é uma parceria entre a prefeitura paulistana e o Geledés Instituto da Mulher Negra, que tem experiência no atendimento nos casos de discriminação racial
Reprodução/TVT
centro de ir.jpg

Além de atendimento às vítimas de racismo, o local será um espaço de debate sobre a busca de igualdade racial

São Paulo – A prefeitura da capital paulista inaugurou ontem (8) o Centro de Referência da Igualdade Racial, na Vila Maria, zona norte da cidade. A iniciativa tem como objetivo denunciar casos de racismo e trabalhar na promoção da identidade negra.

O centro é uma parceria entre a prefeitura e o Geledés Instituto da Mulher Negra. Em entrevista à repórter Michelle Gomes da TVT, a presidenta do Geledés, Maria Sylvia Oliveira, afirma que o espaço ampliará a capacidade de prover apoio e suporte à população negra. “Vamos trazer quatro tipos de profissionais: assistente social, pedagoga, psicóloga e advogados, para que possamos fazer um atendimento multidisciplinar.”

O conselheiro participativo da região, Roberto Barbosa, diz que aguardava há anos um serviço voltado à comunidade negra do bairro. “Esse espaço é uma das afirmativas que os negros do bairro precisam.”

Além de atendimento a vítimas de racismo, o local será um espaço de debate sobre a busca de igualdade racial, explica Maurício Pestana, secretário municipal de Promoção de Igualdade Racial de São Paulo. “Nós acreditamos que não se combate o racismo só com denúncia. Então, esses centros serão para discussão, debates, palestras, e também distribuiremos materiais educacionais.”

Para a designer de moda Maria do Carmo dos Santos, o trabalho será importante para a questão da afirmação. “Acho importante termos esse apoio para que possamos melhorar e denunciar tudo relacionado à discriminação racial, além de trabalhar na promoção da nossa identidade.”

A deputada estadual Lecy Brandão (PCdoB-SP) compareceu à inauguração e disse que é importante que a população negra se aproprie do espaço para debater políticas públicas. “Eu ia procurar emprego e não entendia quando requisitavam ‘moças de boa aparência’, o que custou muito para eu conseguir, porque eu não sabia que a cor da minha pele me impediria de trabalhar”, relatou.

O Centro de Referência da Igualdade Racial fica na Travessa Fernão Martins Costa, 105, na Vila Maria, zona norte de São Paulo, e funciona de segunda a sexta, das 10h às 17h.

Assista