Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2016 / 02 / Plataforma digital mapeia ofertas de emprego nas periferias de São Paulo

mais perto

Plataforma digital mapeia ofertas de emprego nas periferias de São Paulo

Guia de Empregos da Periferia ajuda a buscar oportunidades de trabalho fora do centro. Meta é reduzir tempo desperdiçado nos transportes coletivos e melhorar qualidade de vida
por Tiago Pereira, da RBA publicado 29/02/2016 13h12, última modificação 29/02/2016 13h31
Guia de Empregos da Periferia ajuda a buscar oportunidades de trabalho fora do centro. Meta é reduzir tempo desperdiçado nos transportes coletivos e melhorar qualidade de vida
reprodução/EBC
GEP

Guia de Empregos da Periferia aproxima trabalhadores e ofertas de emprego nas regiões distantes do centro

São Paulo – A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, com o apoio da prefeitura de São Paulo, lançou na semana passada o Guia de Empregos das Periferias (GEP). Segundo os organizadores, o objetivo é estimular o desenvolvimento da economia local e reduzir o tempo de deslocamento entre a casa e o trabalho, colaborando também para a diminuição do trânsito na cidade.

O GEP mapeia vagas de emprego em bairros da periferia da capital e na Região Metropolitana de São Paulo. Os usuários que acessam a plataforma gratuita, que funciona em computadores, tablets e smartphones, podem conferir ofertas de trabalho mais próximas de suas residências.

Um dos idealizadores da plataforma, o jornalista Vagner de Alencar, morador de Paraisópolis, na zona sul da capital, conta que a motivação para a criação do GEP partiu da sua própria vivência e de amigos e familiares que vivem nas periferias e perdem horas de suas vidas para cruzar a cidade até os locais de trabalho.

"A gente sempre estuda e trabalha no centro, e gasta, pelo menos uma hora para chegar ao trabalho", diz Vagner, afirmando a necessidade de diminuir a distância entre as pessoas e o emprego. "O objetivo é desatar esses nós da metrópole e gerar qualidade de vida para a população periférica."

A ideia é que, com o emprego próximo de casa, o tempo e o dinheiro que seriam gastos com o deslocamento possam ser aplicados em atividades com a família, estudos ou lazer, contribuindo para o aumento da qualidade de vida. Por outro lado, espera-se a diminuição dos congestionamentos de trânsito e dos impactos ambientais provocados pelos deslocamentos entre os bairros e as zonas centrais, que tradicionalmente concentram a oferta de emprego.

O empregador da periferia pode anunciar as vagas sem custo. O portal também conta com dicas e notícias sobre empreendedorismo, primeiro emprego e oportunidades de trabalho para os egressos do sistema penitenciário.

Só nas primeiras 24 horas de funcionamento, o GEP recebeu mais de 1.500 cadastros de usuários em busca de uma colocação no mercado de trabalho e mais de 100 empresas oferecendo vagas, segundo Vagner de Alencar.

O guia teve apoio do Programa de Valorização de Inciativas Tecnológicas (Vai Tec), por meio da Agência São Paulo de Desenvolvimento (Adesampa), da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo.