Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2013 / 09 / Prefeitos criticam Alckmin por abandono da Grande São Paulo

Política estadual

Prefeitos criticam Alckmin por abandono da Grande São Paulo

Em evento marcado para debater políticas públicas para a maior região metropolitana do país, governador e secretário não comparecem
por ABCD Maior publicado 17/09/2013 12h07, última modificação 17/09/2013 12h09
Em evento marcado para debater políticas públicas para a maior região metropolitana do país, governador e secretário não comparecem
© Moacyr Lopes Junior/Folhapress
enchente_Moacyr Lopes JuniorFolhapress.jpg

Prefeitos da Grande São Paulo acusam governo estadual de desinteresse por propostas para problemas como as enchentes

São Paulo –  A falta de articulação regional do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e a ausência do secretário da Casa Civil, Edson Aparecido (PSDB), foram algumas das reclamações  dos prefeitos da chamada Região Metropolitana de São Paulo na reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de São Paulo, realizada na manhã desta segunda-feira (16) em São Bernardo.

Na pauta de discussão estavam obras de prevenção a enchentes, a criação de um gabinete de gestão estratégica de segurança, gestão de recursos, entre outros temas. Entretanto, apenas foi formalizada a criação do Gabinete de Segurança, mas sem informações sobre como o instrumento de debate regional irá funcionar.

Participaram do encontro os representantes e prefeitos do ABCD paulista, da capital (Fernando Haddad), e de outras 20 cidades da região metropolitana.  O governo estadual, porém, mandou apenas o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella, que fez um balanço dos investimentos da área e falou da expectativa do gabinete integrado de segurança pública.

A ausência de Edson Aparecido para deliberar e tomar decisões acabou prejudicando o encontro. O prefeito Luiz Marinho (São Bernardo) disse que a reunião "foi frustrante" e criticou a falta de mobilização da gestão de Geraldo Alckmin, que "tem jogado cada vez mais a responsabilidade aos municípios."

"As propostas já existem, agora faltam as decisões. O encontro de hoje foi frustrante porque quem tem de tomar essas decisões não está aqui. Não adianta mandar representantes", criticou.

Assista aqui reportagem da sobre o encontro de prefeitos da Grande SP TVT.