Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2013 / 06 / Tatto quer iniciar até janeiro ampliação da M'Boi Mirim

Melhorias no transporte

Tatto quer iniciar até janeiro ampliação da M'Boi Mirim

Após o ato dos sem-teto, que interrompeu o movimento na via hoje pela manhã, secretário de Transportes recebeu integrantes do grupo para ouvir reivindicações
por Rodrigo Gomes, da RBA publicado 19/06/2013 20:49, última modificação 20/06/2013 11:46
Comments
Após o ato dos sem-teto, que interrompeu o movimento na via hoje pela manhã, secretário de Transportes recebeu integrantes do grupo para ouvir reivindicações
Mídia Ninja. CC
mboi_midianinja.jpg

Hoje de manhã manifestantes tomaram avenidas da zona sul contra as más condições de transporte

São Paulo – O secretário municipal de Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, afirmou hoje (19) que as obras de duplicação da estrada do M'Boi Mirim, na zona sul, serão iniciadas em janeiro de 2013. Segundo o secretário, o projeto e a licitação serão feitos ainda este ano e a conclusão dos trabalhos deve se dar em dois anos. As obras compreendem a instalação de corredor de ônibus, a adequação das baias de parada e reestruturação de algumas linhas de ônibus e lotação que hoje não utilizam o corredor.

As declarações foram dadas após reunião com integrantes dos movimentos dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e Periferia Ativa, que haviam travado a estrada do M'Boi Mirim na manhã de hoje, reivindicando melhorias ao transporte coletivo na região. Cerca de 500 pessoas participaram da mobilização, que se iniciou no largo Piraporinha e terminou na Subprefeitura do M'Boi Mirim, onde houve encontro com o subprefeito, Antônio Carlos Dias de Oliveira, que depois encaminhou a reunião com Tatto.

Os manifestantes reivindicam, entre outras coisas, a duplicação da via, melhorias nas condições de transporte, com mais linhas e ampliação do corredor de ônibus, além da instalação de uma estação de Metrô no Jardim Ângela.

Inicialmente, o secretário ponderou que é preciso compreender do que se trata a duplicação da estrada do M'Boi Mirim. “A duplicação compreende a instalação de um corredor de ônibus paralelo à avenida, mas fora do traçado atual, na região do córrego Ponte Baixa.” O córrego está sendo canalizado. A obra foi iniciada em 23 de fevereiro e, além de servir de base para a nova via, deve acabar com os alagamentos na região.

No acordos estabelecido entre secretário e militantes, está o acompanhamento conjunto das obras. Será instalada uma comissão do movimento que se reunirá a cada três meses com o subprefeito e o secretário para avaliar o andamento das obras.

“Expusemos nossas reivindicações e o secretário se prontificou a discuti-las e atendê-las, apresentando plano de trabalho e propondo o acompanhamento por uma comissão do movimento”, afirmou o coordenador nacional do MTST, Guilherme Boulos. Mas ele alertou que o movimento realizará novas manifestações se as obras não avançarem. “Não está descartada a realização de novos protestos para pressionar a gestão a atender nossas reivindicações”, afirmou.

Boulos também criticou o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que segundo ele não tem se posicionado quanto às reivindicações de instalação de uma estação de Metrô no Jardim Ângela. “O governador tem tratado com descaso a perspectiva de instalação da estação. Nós tivemos reuniões, em outro momento, com o secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, mas não houve qualquer avanço. Não só neste bairro, mas sobre a extensão pela periferia”, afirmou.

Tatto pediu aos manifestantes um pouco de paciência com o processo. “Nós estamos no governo há seis meses. E essas não são obras que se realizam em seis meses. Isso leva um ou dois anos.”

comentários do blog alimentados pelo Disqus