Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2012 / 02 / Bancários de SP protestam contra fim das portas giratórias no Itaú Unibanco

Bancários de SP protestam contra fim das portas giratórias no Itaú Unibanco

por Redação da RBA publicado 10/02/2012 12h33, última modificação 10/02/2012 13h11

São Paulo - O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região estuda ações para se contrapor à decisão do Itaú Unibanco, está retirando de suas agências as portas giratórias com detectores de metal (exceto nas cidades onde o equipamento é obrigatório por lei municipal). Para a entidade, a empresa vai na contramão das necessidades de segurança dos bancos, seja para os trabalhadores, seja para os clientes.

O diretor do Sindicato Daniel Reis cita números para justificar os protestos. "Houve uma elevação no número de assaltos bancários, de 2010 para 2011, em 19%. Os principais centros onde ocorreram esses assaltos foram nos locais onde não existem mais as portas giratórias."

O Itaú Unibanco anunciou a retirada das portas em resposta ao alto índice de processos judiciais de clientes que se sentiram constrangidos na hora de entrar nas agências.

Acompanhe a reportagem sobre o tema na Rádio Brasil Atual: 

 

Link | Download

registrado em: , ,