Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Curta essa dica / 2012 / 02 / Cinemateca reúne em São Paulo filmes brasileiros de terror

Cinemateca reúne em São Paulo filmes brasileiros de terror

por guibryan1 publicado 14/02/2012 16h40, última modificação 14/02/2012 19h58

Cartaz do clássico brasileiro do cinema de terror "O despertar da besta', de Zé do Caixão, destaque da mostra de São Paulo (©Divulgação)

Até a próxima quinta-feira (16), a Cinemateca Brasileira recebe a mostra “Horror no Cinema Brasileiro”, que conta com três filmes. Nesta terça (14), às 20h30, é possível ver “Ninfas Diabólicas”. No dia seguinte, no mesmo horário, será a vez de “O Maníaco do Parque”. E, para encerrar, na quinta-feira, também às 20h30, o clássico do cinema brasileiro “O Despertar da Besta”, de José Mojica Marins, o Zé do Caixão.

“O Despertar da Besta” foi realizado por José Mojica Marins, em 1969, e rapidamente censurado pelo governo militar, em função da história de um médico que, num programa de televisão, defende sua tese sobre as drogas e a influência na mente humana, a partir de experimentos realizados com LSD e com a imagem de Zé do Caixão. Na época ele foi considerado uma obra antropofágica, tropicalista e contracultural, também em função do roteiro do mestre da “pulp fiction” Rubens Francisco Lucchetti.

Realizado pelo veterano diretor da Boca do Lixo, Alex Prado, entre 2002 e 2009, “O maníaco do parque” é baseado na história verídica de Francisco de Assis Pereira, que ficou conhecido como “o maníaco do parque”, em função de esquartejar suas vítimas, todas mulheres, e enterrá-las no mesmo local. A obra adota o ponto de vista de um jovem atormentado por assombrações e por fracassos na infância e no amor.

Estrelado pelas músicas da “pornochanchada” Aldine Muller e Selma Egrei, “Ninfas Diabólicas”, dirigido por John Doo em 1978, mostra um pai de família que, ao partir em viagem de negócios para o litoral, passa a ser assediado por duas jovens estudantes. O filme mistura fortes doses de erotismo com horror, suspense e bruxaria, e se destaca também pela música do maestro Rogério Duprat e pela fotografia de Ozualdo Candeias.

Serviço
Horror no Cinema Brasileiro – terça-feira (14/2), quarta-feira (15/2) e quinta-feira (16/2), às 20h30
Ingressos de R$ 4,00 a R$ 8,00
Cinemateca Brasileira – Largo Senador Raul Cardoso, 207, Vila Clementino. São Paulo (SP)
T: (11) 3512-6111

[email protected]

registrado em: , ,