Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Copa na Rede / 2014 / 06 / Curitiba: Arena da Baixada terá quatro jogos

Cidades-sede

Curitiba: Arena da Baixada terá quatro jogos

A capital do Paraná teve melhorias no aeroporto e na rodoferroviária. Em contrapartida, sobraram falta de transparência e críticas à política higienista nas imediações do estádio
por Futepoca publicado 04/06/2014 10h30, última modificação 04/06/2014 15h40
A capital do Paraná teve melhorias no aeroporto e na rodoferroviária. Em contrapartida, sobraram falta de transparência e críticas à política higienista nas imediações do estádio
Wellington Bettega/Wikimedia Commons-CC-BY-SA 3.0
Vista_aérea_da_Arena_da_Baixada_2014-05-31_22-46.jpg

Arena da Baixada: do otimismo ao ceticismo

Quando foram definidas as cidades-sede da Copa, o estádio do Atlético-PR chegou a ser considerado o mais próximo entre os candidatos a palco do Mundial em relação ao famigerado padrão Fifa. Recebeu recursos do BNDES para reforma, mas se tornou alvo de dúvidas sobre a capacidade de abrir jogos da Copa. Apesar disso, chegaram lá.

A capital do Paraná teve melhorias no aeroporto e na rodoferroviária. Em contrapartida, sobraram falta de transparência e críticas à política higienista nas imediações do estádio.

O friozinho de Curitiba recebe Irã e Nigéria (dia 16), Equador e Honduras (20), Espanha e Austrália (23) e Argélia e Rússia (26).

Em parte da série do Copa na Rede sobre as cidades-sede são apresentados, além de dados sobre o estádio em si, os legados (em clima de #VaiTerCopa) e os gargalos (na vibe do #NãoVaiTerCopa). Tudo é complementado por atrações municipais que merecem replay: cartões postais citados para lembrar que já existe uma cidade por ali e que nem só de futebol vive o Brasil. Termina a brincadeira com uma referência às principais torcidas locais, segundo alguma pesquisa de opinião mais ou menos polêmica ("É disso que o povo gosta").

Estádio

Arena da Baixada, Joaquim Américo Guimarães

Capacidade de público

43.981

No Mapa

#VaiTerCopa

Melhorias no aeroporto e nova sinalização; reforma na Rodoferroviária; obras viárias; reforma no estádio.

#NãoVaiTerCopa

Violações de direitos humanos; remoção de 340 famílias da Comunidade Nova Costeira, de 20 anos de existência, para ampliação do aeroporto; obras no estádio Joaquim Américo Guimarães tiveram aporte de recursos públicos (R$ 90 milhões) para usufruto privado; falta de acesso à informação e à participação nas intervenções; críticas à política higienista nas imediações do estádio.

Merece replay

Teatro Ópera de Arame; Casa de Araucária; Jardim Botânico.

Embratur-CC-BY 3.0 pr_curitiba0449_0.jpg
Ópera de Arame é cartão postal de Curitiba

É disso que o povo gosta

Atlético-PR, Corinthians e Coritiba (Datafolha 2010).

registrado em: , ,