Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Na Rede / 2013 / 04 / Movimento tenta arrecadar fundos para financiar documentário feito por minorias

Especiais

Movimento tenta arrecadar fundos para financiar documentário feito por minorias

por Sarah Fernandes, da RBA publicado 03/04/2013 17h53, última modificação 03/04/2013 18h19

Blog do projeto divulga eventos, curiosidades e dados sobre a periferia de São Paulo (Foto: Reprodução)

São Paulo – Um coletivo de jornalistas da zona sul de São Paulo está arrecadando fundos, por meio da plataforma colaborativa Benfeitoria, para financiar documentários produzidos por dez representantes de minorias sociais que vivem nas regiões mais pobres da cidade, como indígenas, travestis, dependentes químicos, idosos e pessoas com deficiência. Eles compõem, na visão do grupo Periferia em Movimento, “a periferia da periferia”.

O projeto custa, ao todo, R$ 2 mil, e metade já foi arrecadado. Eles têm agora mais 14 dias para conseguir o restante. Para participar é só acessar o link http://benfeitoria.com/periferiaemmovimento e doar qualquer valor acima de R$ 10. A cada R$ 500 a mais do total, uma nova pessoa será incluída no grupo.

O projeto, encabeçado pelo coletivo Periferia em Movimento, começará com um mapeamento desses grupos na zona sul de São Paulo, que renderá reportagens para o blog do projeto. “Nossa proposta é ensinar técnicas de comunicação para essas pessoas, para que elas possam ter voz e se posicionarem na sociedade. No final, cada um produzirá um documentário”, conta a co-criadora do grupo, Aline Ribeiro.

O coletivo nasceu em 2008, fruto do trabalho de conclusão de curso de jornalismo de Aline e de mais dois amigos. De lá para cá o grupo já foi selecionado em dois editais do Programa Valorização de Iniciativas Culturais (VAI), por meio dos quais promoveram debates sobre cultura na periferia e financiaram documentários e ficções produzidos por jovens da zona sul.