Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Na Rede / 2011 / 07 / País recupera R$ 55 milhões desviados por Lalau

Especiais

País recupera R$ 55 milhões desviados por Lalau

por Helena Sthephanowitz, especial para a Rede Brasil Atual publicado 15/07/2011 13:25, última modificação 20/07/2011 09:50
Comments

Segundo o jornal Valor Econômico, a Advocacia-Geral da União (AGU) restituiu ontem R$ 55 milhões para o Tesouro Nacional, referente a desvio de verba na construção do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP), segundo decisão judicial. O escândalo levou à prisão o então juiz Nicolau dos Santos Neves, o Lalau. Os valores, já bloqueados, serão devolvidos pelo Grupo OK ,do ex-senador Luiz Estevão, responsável pela obra entre 1994 e 1998.

Essa é a maior recuperação de verbas desviadas por corrupção. De acordo com o Ministério Público, foram desviados R$ 169,5 milhões na construção. No total, foram gastos R$ 234,5 milhões no novo prédio em São Paulo.

CPI do Ecad

Apontado como laranja no recebimento de direitos autorais, o motorista Milton Coitinho está entre as pessoas que o Senado pretende ouvir pela CPI do Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), segundo matéria da Folha de S. Paulo. A CPI foi instalada para investigar denúncias de irregularidade no órgão.

O Ecad foi acusado de pagar R$ 127,8 mil a Coitinho, cujo nome aparece na autoria de composições que não eram suas. Segundo apurou o jornal, Coitinho é motorista em Bagé (RS) e afirma nunca ter recebido a soma da entidade. A CPI pretende ouvir artistas, especialistas em direito autoral e diretores de associações que trabalham com o órgão, além de pessoas que fizeram denúncias. O Ecad admitiu que procurou o presidente da comissão, Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), por entender que a CPI era "desnecessária".

* Helena Sthephanowitz™ é jornalista e autora do blog Os Amigos do Presidente Lula e do Os Amigos do Brasil. Ela escreve no Na Rede, da Rede Brasil Atual.

registrado em: , , , , ,
comentários do blog alimentados pelo Disqus