Você está aqui: Página Inicial / Ambiente / 2018 / 03 / População rejeita PL de Tasso Jereissati que cria mercados de água

Privatização

População rejeita PL de Tasso Jereissati que cria mercados de água

Em consulta popular em plataforma online do Senado, são 30.882 votos contrários e apenas 296 a favor da proposta que modifica a Política Nacional de Recursos Hídricos para beneficiar empresários
por Redação RBA publicado 14/03/2018 13h43, última modificação 14/03/2018 15h04
Em consulta popular em plataforma online do Senado, são 30.882 votos contrários e apenas 296 a favor da proposta que modifica a Política Nacional de Recursos Hídricos para beneficiar empresários
Fábio Pozzebom/Agência Brasil
mercado de águas.jpg

Proposta do senador tucano permite a comercialização de direitos de uso da água, beneficiando setores empresariais em detrimento do uso público para abastecimento

São Paulo – Uma consulta pública na plataforma ECidadania, do Senado, mostra que a população rejeita uma proposta do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), que quer alterar a Política Nacional de Recursos Hídricos e criar os mercados de água. Até o momento, são 30.882 votos contrários e apenas 296 a favor. Clique aqui para votar.

Em análise na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Câmara, o Projeto de Lei do Senado (PLS) 495, de 2017, altera a Lei nº 9.433, de 8 de janeiro de 1997, para introduzir os mercados de água "como instrumento destinado a promover alocação mais eficiente dos recursos hídricos."